Publicidade

Estado de Minas

Corpo encontrado no Anel Rodoviário é de suspeito de estupro

Homem apresentava marcas de tiros na cabeça, no pescoço e nos dois braços e teria estuprado duas mulheres na Vila Humaitá, segundo moradores ouvidos pela Polícia Militar (PM)


postado em 28/03/2019 22:44 / atualizado em 28/03/2019 23:08

(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 06/04/2017)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press - 06/04/2017)

 

O corpo encontrado na tarde desta quinta-feira (28) às margens do Anel Rodoviário é de um suspeito de estupro. A informação foi repassada à Polícia Militar por moradores da Vila Humaitá, situada nas proximidades. Os crimes teriam sido contra duas mulheres do aglomerado. Ainda assim, ninguém foi preso no lugar.


De acordo com a PM, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o homem já estava morto. Ao chegar ao local, a perícia da Polícia Civil constatou ferimentos na cabeça, no pescoço e em ambos os braços do homem – todos provocados por arma de fogo. A vítima também tinha arranhões na cabeça.


Policiais militares do 16º Batalhão de Polícia Militar atenderam a ocorrência. Eles encerraram o caso na 2ª Delegacia de Plantão Leste, no Bairro Cachoeirinha, Região Nordeste da capital mineira.

 

Uma das faixas sentido Vitória (ES) ficou interditada e o trânsito ficou lento próximo ao viaduto São Francisco.

 

(Com informações de Déborah Lima*, sob supervisão da subeditora Ellen Cristie)

 


 


Publicidade