Publicidade

Estado de Minas

Arcebispo define programação da Páscoa em Belo Horizonte

Na sexta-feira da Paixão, o destaque será a via-sacra, na Praça da Liberdade, Região Centro-Sul de BH


postado em 22/03/2019 06:00 / atualizado em 22/03/2019 08:35

Na sexta-feira da Paixão, o destaque será a via-sacra, na Praça da Liberdade(foto: Leandro Cour/EM/DA Press - 14/04/2017)
Na sexta-feira da Paixão, o destaque será a via-sacra, na Praça da Liberdade (foto: Leandro Cour/EM/DA Press - 14/04/2017)


Caminho da fé e da cultura – esse é tema da semana santa, em Belo Horizonte, que quer se transformar, a partir deste ano, em capital religiosa de cerimônias alusivas à Paixão de Cristo e atividades culturais. Na tarde de ontem, liderando a comissão organizadora dos eventos, o arcebispo metropolitano de BH, dom Walmor Oliveira de Azevedo, definiu partes da programação do chamado tríduo pascal (sexta-feira, sábado e domingo), que terá, na manhã da Páscoa, apresentação de bandas de música na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul da capital, às 10h, e na Igreja São José, às 9h30, na Região Central.

A partir de hoje, os interessados em visitar a capital já contam com o hotsite www.arquidiocesebh.org.br/semanasanta com todas as informações sobre a programação da capital e também em cidades da região metropolitana: Caeté, onde fica o Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais, Sabará, Santa Luzia e Nova Lima, que guardam solenidades centenárias. Dom Walmor acredita que, ao unir espiritualidade e cultura, a capital poderá atrair muitos visitantes, pois vai recriar tradições que estão enraizadas na cultura dos mineiros e mostrar a beleza dos ritos.

Na sexta-feira da Paixão, o destaque será a via-sacra, na Praça da Liberdade. Participante da comissão organizadora, o bispo auxiliar dom Geovane Luís da Silva informa que será convidada uma cantora lírica para entoar músicas no coreto, incluindo o canto da Verônica, a mulher que teria enxugado o rosto de Cristo durante seu calvário. A palavra Verônica vem da junção de “vero” e “ícone”, significando “verdadeira imagem”. Na sequência, haverá a procissão do Senhor Morto até o Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua/Igreja Boa Viagem. 

QUARESMA
Até dia 22 de abril, serão realizados concertos nas igrejas, sendo os próximos neste domingo, às 19h, na Basília Nossa Senhora de Lourdes, que terá apresentação do Coral Angelus, e na segunda, às 20h, na Igreja São José, com o Coral Todo Mundo, informa o vigário paroquial da Igreja São José e integrante da comissão, padre Flávio Campos. 

A abertura da programação da semana santa será na manhã do domingo de ramos, com cerimônia no Santuário Diocesano de Adoração Perpétua-Nossa Senhora da Boa Viagem. Nesse dia, haverá saindo das igrejas São José, Lourdes e outras num horário que coincida com a chegada à Boa Viagem às 8h30. Já na quarta-feira, os fiéis vão acompanhar a procissão do encontro, com a imagem de Nosso Senhor dos Passos saindo da São José e a da Nossa Senhora, da Igreja de Lourdes, para encontro e sermão na Boa Viagem, enquanto, no sábado santo, a vigília pascal será realizadas nas paróquias, com celebração nas paróquias e na São José, às 19h.


Publicidade