Publicidade

Estado de Minas

Adolescente surta e esfaqueia avó e primo no Bairro Céu Azul

Caso ocorreu na noite de domingo e idosa precisou passar por cirurgia. Adolescente tem 16 anos e foi levado para unidade psiquiátrica da capital


postado em 18/03/2019 10:28 / atualizado em 18/03/2019 10:30

Uma idosa de 76 anos e um adolescente de 13 foram levados ao hospital após serem atacados por um parente de 16 no fim da noite de domingo no Bairro Céu Azul, Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), o jovem teve um surto psicótico e precisou ser internado. A mulher, que é avó dele, teve que passar por uma cirurgia. 

Segundo a PM, a mãe do agressor contou que estava em casa quando ouviu gritos de socorro e encontrou a mãe dela ferida no pescoço e o sobrinho dela com uma lesão no braço esquerdo. O filho da mulher estava com uma faca na mão e falava de forma desconexa. 

Ela gritou por socorro e pedia ao rapaz para soltar a faca. Imediatamente, parentes e vizinhos ligaram para o 190. A idosa foi levada por familiares ao Hospital Risoleta Neves. Além da perfuração no lado direito do pescoço, ela também levou uma facada no pulmão. Após cirurgia, ela ficou em observação no hospital. O outro neto também foi levado para a mesma unidade por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com a PM, por telefone, uma médica do serviço orientou os militares para levar o adolescente agressor ao Centro Psíquico da Adolescência e Infância (CEPAI), por conta dos sinais de surto. Após ser avaliado por uma psicóloga, ele ficou internado na unidade na companhia da mãe.

Ainda de acordo com a polícia, ela contou que o filho não tem usado periodicamente os medicamentos receitados pelo médico e já chegou a surtar outras vezes, chegando a ameaçá-la. A ocorrência foi registrada como homicídio tentado e repassada à Delegacia Especializada de Orientação e Proteção ao Adolescente (Dopcad). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade