Publicidade

Estado de Minas

Polícia desmantela fábrica clandestina de munições e armas na Grande BH

Segundo um militar envolvido na ocorrência, corporação apreendeu cerca de 20 mil munições de diferentes calibres, além de oito armas no local da ocorrência


postado em 28/02/2019 19:30 / atualizado em 28/02/2019 19:34

Ver galeria . 9 Fotos Operação envolveu Comando de Policiamento Especializado e serviço de inteligência da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG)Divulgação/PMMG
Operação envolveu Comando de Policiamento Especializado e serviço de inteligência da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) (foto: Divulgação/PMMG )

 

A Polícia Militar (PM), a partir de sua equipe de inteligência, desmontou uma fábrica clandestina de munições e armas no Bairro Primavera, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de BH. Segundo informações da corporação, cerca de 20 mil munições e oito armas foram apreendidas na ocorrência.


Entre as armas estão rifles, pistolas e espingardas de diferentes calibres, como 12, 38 e 380. Além desses itens, a corporação apreendeu equipamentos utilizados no trabalho de fabricação das munições, como prensas, alicates e modelos das balas. “Encontramos um arsenal aqui. Muita pólvora que seria usada na fabricação de armamentos. Não sabemos para onde isso seria vendido até aqui”, conta o sargento João Paulo, envolvido na ocorrência.


De acordo com a PM, o estabelecimento ilegal funcionava em uma casa residencial, que estava sendo adaptada para a operação irregular. Não havia qualquer suspeita da vizinhança, por exemplo. 


Na casa, os militares encontraram duas mulheres e um homem, segundo a polícia. Ao decorrer da ocorrência, outro homem apareceu no imóvel como proprietário do negócio. Eles não ofereceram resistência. Todos foram encaminhados para a 10ª Delegacia Especializada de Homicídios de Ribeirão das Neves.


A ocorrência ainda está em andamento no local e envolve cerca de 20 militares do 40º Batalhão da PM. A expectativa dos militares é que os trabalhos se estendam até a madrugada.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade