Publicidade

Estado de Minas

Kalil determina cota de 20% para mulheres em concursos da Guarda Municipal

Medida já passa a valer no próximo concurso, que terá seu edital publicado em março


postado em 25/02/2019 21:36 / atualizado em 26/02/2019 13:06

(foto: Divulgação/PBH)
(foto: Divulgação/PBH)
Mais mulheres na segurança pública da capital mineira. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), determinou que o efetivo feminino da Guarda Municipal passe para 20%. Atualmente, o índice obrigatório é de apenas 5%.


A alteração teria sido possível em virtude da lei, de janeiro deste ano, que alterou a composição do efetivo feminino de até 5% para, no mínimo, 10% do quantitativo total da corporação. A proposição  é de autoria do Poder Executivo.


Empoderamento

Em outubro do ano passado, durante solenidade dedicada aos 15 anos de corporação da Guarda Municipal, a corporação anunciou novos esforços para trazer mais segurança às belo-horizontinas, evitando casos de violência. Entre as medidas divulgadas, estava a decisão de colocar guardas no metrô e ônibus da capital, em grupos formados por três agentes.

*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa


Publicidade