Publicidade

Estado de Minas

Ônibus do sistema Move é atacado com pedra na Avenida Cristiano Machado

Uma das janelas do veículo ficou completamente destruída ao ser atingida; cerca de 50 pessoas ocupavam o coletivo, mas ninguém se feriu


postado em 24/02/2019 14:37 / atualizado em 24/02/2019 15:40

Ver galeria . 4 Fotos Uma das janelas do veículo ficou completamente destruída ao ser atingida; cerca de 50 pessoas ocupavam o coletivo, mas ninguém se feriuClovelino Maia/EM/D.A Press
Uma das janelas do veículo ficou completamente destruída ao ser atingida; cerca de 50 pessoas ocupavam o coletivo, mas ninguém se feriu (foto: Clovelino Maia/EM/D.A Press )

 

Um ônibus da linha 62 (Estação Venda/Savassi via Hospitais) foi atacado com uma pedra na tarde deste domingo, por volta das 13h40, na Avenida Cristiano Machado. O ato deixou uma das janelas do veículo completamente estilhaçada. No momento da ocorrência, cerca de 50 passageiros estavam dentro do coletivo, mas nenhum deles se feriu.


“O pessoal ficou muito desesperado. Assustou muito os passageiros, porque eles pensaram que era um tiro. Alguns suspeitaram de um assalto e pediram para o motorista correr. Outros pediam para parar o ônibus”, contou Clovelino Maia, morador de Venda Nova que estava dentro do veículo no momento do ataque.


Segundo ele, o fato aconteceu pouco antes do Centro Universitário Una - Campus Linha Verde, na altura da Vila Clóris, Região Norte da cidade. Como o motorista suspeitou que seria uma tentativa de assalto, ele parou o ônibus em frente à Estação Floramar do metrô, cerca de um quilômetro depois da ocorrência.


Ainda de acordo com a testemunha, o ônibus seria recolhido pela empresa responsável. Em contato com a reportagem, a assessoria de comunicação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra/BH) informou que a organização presta apoio à  empresa e aguarda a conclusão da perícia para se posicionar sobre a ocorrência. 


Publicidade