Publicidade

Estado de Minas

Homem de 60 anos é detido suspeito de assédio em ônibus do Move

Passageira disse que ele abriu a calça e se esfregou nela dentro do coletivo. Motorista acionou 'botão do assédio' e Guarda Municipal foi acionada


postado em 23/01/2019 12:00

(foto: PBH/Divulgação)
(foto: PBH/Divulgação)


Guardas municipais prenderam, na manhã desta quarta-feira, um homem de 60 anos suspeito de assediar sexualmente uma mulher de 33 em um ônibus da linha Move 50 (Estação Pampulha/Centro – Direta). 


Os guardas foram para o local após o motorista do coletivo acionar o “botão do assédio”, instalado nos veículos no ano passado. O ônibus foi localizado por meio do GPS e interceptado na Rua Rio de Janeiro. A vítima e o suspeito foram levados para a Delegacia de Mulheres, onde serão ouvidos. 

Em setembro do ano passado, a importunação sexual passou a ser crime. Antes o ato era  chamado de importunação ofensiva ao pudor, considerado contravenção penal. A importunação sexual ocorre toda vez que, sem o consentimento, alguém: “causa-lhe constrangimento ao exibir seus órgãos sexuais, ainda que não a toque, tenta beijá-la à força ou a deixa constrangida fazendo piadinhas, propostas ou comentários de teor sexual, se masturba e/ou ejacula em você, mantém contato físico de natureza sexual (encoxa, roça ou toca seu corpo, suas pernas, seios ou força o órgão sexual contra você, por exemplo)”, conforme material distribuído pela Guarda Municipal de BH em campanha no ano passado. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade