Publicidade

Estado de Minas

Após um ano, Justiça condena homens acusados de assaltar caminhão dos Correios

O crime ocorreu em janeiro do ano passado. Na ocasião, um dos homens atirou em direção aos policiais


postado em 20/02/2019 19:13 / atualizado em 20/02/2019 19:19

(foto: Gustavo Soares de Almeida/ Correios)
(foto: Gustavo Soares de Almeida/ Correios)

A Justiça Federal condenou três homens acusados de assaltar um caminhão dos Correios em janeiro deste ano em mais de 7 anos. O crime foi classificado como latrocínio, uma vez que um dos condenados atirou em direção aos policiais.

Segundo o juiz da 35ª Vara Federal, apesar de o autor dos tiros não ter sido identificado, todos responderão pelo mesmo delito, “pois atuaram conjuntamente, demonstrando o planejamento prévio da ação criminosa e a existência de desígnios comuns”.

Entre os acusados, Wesley Ramos Moreira foi condenado a 7 anos e 8 meses de prisão em regime semiaberto; Evando Soares de Jesus Oliveira e Sirley Casemiro Brandão receberam, cada um, pena de 7 anos e 6 meses, também em regime semiaberto. De acordo com a sentença, ambos têm vários antecedentes criminais por roubo, furto, tráfico, receptação e outros delitos. Além disso, todos já foram condenados por outros crimes.

Após a sentença judicial, o Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão. De acordo com o órgão, as penas dos envolvidos devem ser aumentadas devido aos antecedentes dos condenados. 

Além disso, o MPF contestou a decisão de cumprimento da pena em regime semiaberto. Para o órgão, eles devem cumprir em regime fechado.

Caberá agora ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-4) julgar os recursos da acusação.

O crime

Na noite de 15 de janeiro de 2018, na BR-040, próximo à divisa das cidades de Conselheiro Lafaiete e Cristiano Otoni, na Região Central do estado, um dos acusados abordou um caminhão dos Correios, e com uso de arma de fogo, rendeu o motorista. Já dentro da cabine do veículo, o criminoso obrigou a vítima a seguir viagem até o município de Oliveira Fortes,a cerca de 120 quilômetros do local onde foi abordado, entrando numa estrada secundária onde estavam outras quatro pessoas, que entraram no caminhão e roubaram várias mercadorias, especialmente aparelhos eletrônicos e celulares.  Em seguida, o grupo fugiu do local em dois veículos menores. 

Após a evasão, o motorista dos Correios, acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que identificou os dois carros, seguindo-os até o Anel Rodoviário em Belo Horizonte. Durante a perseguição, os ocupantes dos veículos desobedeceram a ordem de parada da PRF, aumentando a velocidade para tentar escapar. 

Em determinado momento, os ocupantes de um dos carros efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais, que, em resposta, atiraram nos pneus de um dos carros, o qual perdeu o controle e acabou batendo em uma mureta de concreto.

Seus ocupantes, Evando Soares e Wesley Ramos, tentaram fugir a pé, e um deles atirou contra os policiais, sem conseguir atingi-los; o terceiro acusado, Sirley Brandão, machucado no acidente com o carro, deitou-se na pista até a aproximação dos policiais, que, no final, conseguiram prender os três. (Com informações do Ministério Público Federal)

* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Crisitie
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade