Publicidade

Estado de Minas

Operador de drone é detido na área do rompimento da barragem em Brumadinho

Homem foi contratado por veículo de imprensa internacional e entrou em área de risco para fazer imagem. Equipamento prejudica trabalho dos bombeiros


postado em 04/02/2019 12:48 / atualizado em 04/02/2019 13:31

Ver galeria . 26 Fotos  Tragédia de Brumadinho - Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão (Córrego Feijão)Gladyston Rodrigues/EM/D.A press
Tragédia de Brumadinho - Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão (Córrego Feijão) (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A press )

Um operador de drone foi detido, na manhã desta segunda-feira, na área onde a barragem da Vale se rompeu em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a corporação, o freelancer, contratado por um veículo de imprensa internacional, entrou na zona quente para fazer as imagens. Essa é considerada uma área de risco. Os drones prejudicam o trabalho dos militares, que atuam com helicópteros no local. 

Bombeiros trabalham com equipamento para detecção de drones(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros trabalham com equipamento para detecção de drones (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


“As equipes que trabalham em Brumadinho contam com um equipamento que consegue detectar os drones e os seus operadores em toda a região do rompimento da barragem e adjacências”, informou o Corpo de Bombeiros. 

Os operadores e drones detidos nessas circunstâncias são entregues às autoridades aeronáuticas para ser autuados. 


Publicidade