Publicidade

Estado de Minas

'Homens são os equipamentos mais avançados que temos', diz coronel israelense

Mesmo com tecnologia, trabalho humano foi valorizado. Em entrevista coletiva, tenente com família brasileira contou sobre sua satisfação em ajudar o Brasil


postado em 29/01/2019 18:13 / atualizado em 29/01/2019 19:00

(foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)

A delegação israelense que reforça os trabalhos de resgate das vítimas do rompimento da barragem da Mina de Córrego do Feijão, em Brumadinho, ocorrido na última sexta-feira (25), concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (29).

O chefe da delegação de Israel, coronel Golan Vach, afirmou que a tropa está equipada com ferramentas de alta tecnologia, mas foi categórico quanto aos recursos: “Os homens são os equipamentos mais avançados que temos”. 

O chefe do Estado-Maior do Corpo de Bombeiros (MG),  coronel Erlon Dias do Nascimento, informou que as buscas estão ocorrendo em um ônibus que foi encontrado na segunda-feira (27). “Estamos no ônibus resgatando os corpos, tanto a equipe de Israel quanto os bombeiros de Minas, sem maquinário, por enquanto”, disse.

No meio da entrevista, o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, convidou Amit Levi, tenente das forças israelenses, para contar sobre sua experiência. A mãe da tenente é brasileira e ela tem familiares que ainda moram no Brasil. “É muito emocionante pra mim poder ajudar o Brasil neste momento tão difícil”, disse a jovem.

(foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa


Publicidade