Publicidade

Estado de Minas

Homem é preso com cerca de 320 quilos de maconha na BR-356, em Minas Gerais

Suspeito disse que faria o transporte da carga para sanar dívida com traficantes. Carro foi alugado em uma concessionária


postado em 26/12/2018 07:54 / atualizado em 26/12/2018 08:11

Droga estava dividida em barras de aproximadamente um quilo cada uma(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Droga estava dividida em barras de aproximadamente um quilo cada uma (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um homem de 24 anos foi preso durante a madrugada desta quarta-feira (26) em Itabirito, Região Central de Minas Gerais, transportando cerca de 320 quilos de maconha na rodovia 356, altura do quilômetro 41. De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito disse que tem uma dívida com traficantes e que apenas faria o transporte da mercadoria para sanar a conta. 
 
Segundo o sargento Lucas Daniel Gava, a PM fazia patrulhamento pela rodovia quando percebeu que o motorista do carro Renault Duster, cor branca, teve uma atitude suspeita. "Ele estava no sentido BH/Espírito Santo e resolveu retornar em alta velocidade. Fizemos a perseguição e o abordamos em frente ao condomínio Alphaville", disse. 
 
Ainda segundo o militar, a droga estava dividida em barras de aproximadamente um quilo cada uma. O material estava armezanado em praticamente todo o interior do veículo. "Ele nos disse que o carro foi alugado em uma concessionária e que faria apenas o transporte da carga, pois tem uma dívida com traficantes. Após a entrega, o suspeito registraria um boletim de ocorrência por roubo do carro, com o objetivo de ficar livre da devolução. É uma prática que vem sendo feita ultimamente", complementou o sargento. 
 
A polícia tentou registrar o boletim de ocorrência em Ouro Preto, mas a delegacia de plantão do município não recebeu o caso. Até o fim desta matéria, os militares aguardavam para registrar o crime na Central de Flagrantes da Polícia Civil da regional Barreiro, em Belo Horizonte. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade