Publicidade

Estado de Minas

Operação Lei Seca termina com 29 motoristas flagrados alcoolizados em Minas

Cinco motoristas foram flagrados cometendo crime de trânsito. Eles passaram pelo teste do etilômetro e o resultado foi superior a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido.


postado em 10/12/2018 13:25 / atualizado em 10/12/2018 13:52

Abordagens durante a Campanha Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida já chega 24.312 neste ano(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press - )
Abordagens durante a Campanha Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida já chega 24.312 neste ano (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press - )

Mais uma etapa da Operação Lei Seca foi deflagrada em Minas Gerais no último fim de semana. Durante a ação, que aconteceu em Belo Horizonte e em outras 46 cidades, cinco motoristas foram flagrados cometendo crime de trânsito. Eles passaram pelo teste do etilômetro e o resultado foi superior a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Outros 24 condutores tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida, pois o teste do bafômetro foi inferior a 0,33 mg/l.

A ação da “Campanha Sou Pela Vida, Dirijo sem Bebida” aconteceu na última sexta-feira. Ao todo, 2.737 pessoas foram abordados pelos agentes da Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, BHTrans e Guarda Municipal.

Os cinco condutores flagrados cometendo crime de trânsito, perderam o direito de dirigir por um ano e foram multados de R$ 2.934,70, e ainda responderão processo por crime de trânsito, conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Já os motoristas que cometeram infrações, tiveram a CNH recolhida, e terão que pagar multa de R$ 2.934,70. Durante a ação, 99 pessoas foram presas dirigindo sem CNH.

Além de Belo Horizonte, a operação aconteceu em Além Paraíba, Almenara, Alto Rio Doce, Antônio Carlos, Aimorés, Araguari, Arantina, Araxá, Arinos, Baldim, Barbacena, Betim, Bom Despacho, Cachoeira da Prata, Carangola, Caratinga, Caxambu, Congonhas, Contagem, Cordisburgo, Curvelo, Divinópolis, Dona Eusébia, Gov. Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabira, Itajubá, Ituiutaba, Januária, João Pinheiro, Juiz de Fora, Lagoa Formosa, Lagoa Santa, Lavras, Manhuaçu, Mirabela, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Montes Claros, Muriaé, Nova Lima, Ouro branco, Paracatu, Paraisópolis, Paraopeba, Patos de Minas, Patrocínio, Poços de Caldas, Pouso alegre, Prata, Ressaquinha, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Santos Dumont, São Francisco, São João Del Rei, São Lourenço, Sete Lagoas, Taiobeiras, Teófilo Otoni, Timóteo, Tupaciguara, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha, Vespasiano, Virgem da Lapa.

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), de janeiro a setembro, 24.312 abordagens foram realizadas em todo o estado. Houve um aumento significativo em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram realizadas 13.164 abordagens. A Sesp afirma que a alta é devido a expansão das ações para o interior do estado.


Publicidade