...
Publicidade

Estado de Minas

Dois homens morrem após beber cachaça; suspeita é de envenenamento

Fato ocorreu na zona rural de Ubaí, no Norte de Minas. Mortes estão sendo investigadas


postado em 26/10/2018 14:58 / atualizado em 26/10/2018 16:24

Dois homens morreram após ingerirem cachaça, na zona rural de Ubaí, no Norte de Minas. As mortes estão sendo investigadas. A suspeita é de envenenamento. O fato aconteceu na tarde desta quinta-feira, em um bar na comunidade de São Judas, a 15 quilômetros da área urbana do município.

As vítimas foram os trabalhadores rurais Romilson Gomes de Almeida, de 54 anos; e Antonio Marcos Nobre da Silva, de 37.  Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Januária, também na região Norte, onde foram necropsiados, a fim de investigar a causa das mortes e se existia alguma substância tóxica na bebida. O laudo da necropsia será divulgado nos próximos dias.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o dono do bar da comunidade de São Judas, José Rodrigues Dias, relatou que, na tarde de quinta-feira, o lavrador Romilson Gomes chegou em seu estabelecimento e convidou o amigo Antônio Marcos para “tomar uma pinga”. Romilson retirou um frasco plástico (embalagem de água mineral) da mochila contendo a bebida. Ele pediu um copo emprestado ao dono do bar, servindo uma dose da “pinga”. O mesmo copo foi usado pelos dois amigos para ingerirem a bebida.

Romilson deixou o local. Na sequência, Antônio Marcos começou a passar mal. O comerciante disse que, como sabia que  Antônio Marcos sofria de epilepsia, achou que o homem apresentava apenas mais uma crise e que ele devia apenas tentar impedir que o amigo engasgasse com o excesso de saliva. No entanto, percebeu que o quadro era mais grave e acionou uma ambulância de um posto médico do município.

Minutos depois, moradores perceberam que Romilson estava caído a cerca de 500 metros do bar onde tomou uma dose da cachaça que carregava na mochila. Os dois trabalhadores foram socorridos e encaminhados para o posto médico da sede urbana de Ubaí. Mas, quando chegaram ao local, foi constado que os dois estavam sem sinais vitais. O médico da unidade verificou que a suspeita era de envenenamento, e ainda na tarde desta quinta-feira, encaminhou os corpos para o IML de Januária, a 150 quilômetros de Ubaí.

O frasco com o resto da bebida também foi recolhido para análise. A Polícia Civil de Brasília de Minas, a 48 quilômetros de Ubaí, instaurou inquérito para investigar a suspeita de envenenamento. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade