Publicidade

Estado de Minas

Envenenamento de cães e gatos desafia policiais no Triângulo Mineiro

Nesta segunda-feira um gato e um cão foram encontrados agonizando, com sintomas de que foram envenenados. Os dois foram levados para atendimento em veterinários mas morreram


postado em 25/06/2018 19:33 / atualizado em 25/06/2018 20:12

O envenenamento de cães e gatos em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, a 676 quilômetros da capital, tem desafiado a polícia. Nesta segunda-feira foram mais dois casos de animais de estimação encontrados agonizando até a morte, segundo informações de militares da 9ª Cia. PM de Meio Ambiente, que atuam no município.

Cão era de estimação e cuidador o encontrou caído e agonizando(foto: PMMG/Divulgação)
Cão era de estimação e cuidador o encontrou caído e agonizando (foto: PMMG/Divulgação)
Uma cuidadora informou ao PMs que encontrou seu gato debatendo. Segundo disse, deste o fim do mês passado, é o seu sexto gato morto da mesma maneira. Já uma outa pessoa se apresentou com responsável pelo cão, que também foi encontrado agonizando. Os dois animais foram levados para atendimento médico veterinário, mas não resistiram.

Na semana passada, os policiais ambientalistas também atenderam ocorrências do tipo. Os donos do gato e do cão afirmaram aos militares que outras pessoas tiveram seus animais de estimação mortos em circunstâncias semelhantes. Mas os policiais não localizaram os outros cuidadores.

Felino é o sexto de um mesmo cuidador envenenado(foto: PMMG/Divulgação)
Felino é o sexto de um mesmo cuidador envenenado (foto: PMMG/Divulgação)
“Cabe ressaltar que os casos devem ser levados as autoridades competentes, como a Polícia Militar Ambiental para confecção de boletins de ocorrência, que serão encaminhados à Polícia Civil e Ministério Público Estadual (MPE-MG), para evitar novos crimes de maus-tratos, como o envenenamento dos animais”, destacou o sargento Eduardo Venâncio.

Causar maus-tratos a animais é crime ambiental previsto do artigo 32 da Lei 9605/98 “leis dos crimes ambientais”, com agravante de aumento de pena em caso de morte da espécie. A Polícia Militar de Meio Ambiente conta com apoio da população para que, quem tiver informação que esteja ocorrendo crime ambiental em sua localidade, que faça a denúncia com maior número de detalhes possíveis no telefone 181 (ligação gratuita e anônima). No caso de Ituiutaba, tem também o número 198.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade