Publicidade

Estado de Minas

Reféns em tentativa de assalto a banco em Matozinhos são liberados

Família de gerente do Banco do Brasil da cidade foi libertada em BH, segundo informações repassadas pela corporação. Militares estão na caça aos assaltantes


postado em 19/10/2018 13:44 / atualizado em 19/10/2018 15:32

Momento da chegada da família do gerente à delegacia(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Momento da chegada da família do gerente à delegacia (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Libertada a família de um gerente do Banco do Brasil, feita refém na cidade de Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite desta quinta-feira. A informação é do chefe da sala de imprensa da Polícia Militar, major Flávio Santiago. Os reféns foram libertados em BH. A PM está agora na caça aos bandidos.

A mulher e os dois filhos do gerente chegaram por volta das 15h na delegacia da cidade. Eles foram trazidos por policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Momentos antes, deixou a unidade o funcionário do Banco do Brasil, que já havia passado informações aos policiais. Parentes da família sequestrada aguardavam notícias no local.

De acordo com o major Santiago, a PM teve uma informação do sistema de segurança do banco de que poderia haver alguma anomalia na agência. O local foi cercado e acionadas as forças especiais da corporação: o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e a Rotam. Um helicóptero também dá apoio.

"O Bope entrou na agência, detectou que não tinha presença de infratores, conversou com gerente que atestou que sua família estava na condição de refém. Na noite anterior, levaram tanto ele quanto a família até sua residência e, posteriormente, saíram com ela em troca de um resgate que seria, em tese, feito pela manhã", relata Santiago.
Assalto frustrado fez reféns em Matozinhos(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Assalto frustrado fez reféns em Matozinhos (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

A ocorrência mobiliza também o Departamento Estadual de Operações Especiais da Polícia Civil (Deoesp). As informações levantadas até o momento pela Polícia Civil indicam que bandidos surpreenderam o gerente da agência depois do fim do expediente e fizeram a mulher dele e filhos reféns.

Os familiares teriam sido levados para um cativeiro, sob a condição de serem libertados depois que o gerente tirasse o dinheiro da agência na manhã desta sexta. Novamente, os criminosos teriam ido à residência do gerente, já na manhã de hoje, fazendo refém também a empregada que presta serviço à família.

A exigência dos criminosos teria sido para a entrega da quantia às 11h, mas a polícia chegou antes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade