Publicidade

Estado de Minas

Motorista de Jaguar é preso por suspeita de embriaguez no Bairro Lourdes

O homem foi visto por populares dirigindo em zigue-zague pelas ruas na área nobre da cidade. Durante perseguição, como consta no boletim de ocorrência, o condutor avançou o sinal vermelho. Ao ser detido, desacatou os policiais, segundo registro da PM


postado em 15/10/2018 14:31 / atualizado em 15/10/2018 14:57

Homem foi detido na tarde desse domingo na Rua Santa Catarina(foto: Reprodução)
Homem foi detido na tarde desse domingo na Rua Santa Catarina (foto: Reprodução)

Foi autuado por dirigir alcoolizado, um motorista de 44 anos que foi detido nesse domingo no Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, quando conduzia um Jaguar. Testemunhas acionaram a Polícia Militar (PM) depois de flagrar o carro em alta velocidade por vias da área nobre da capital mineira. Durante perseguição, como consta no boletim de ocorrência, o condutor avançou o sinal vermelho. Ao ser detido, desacatou os policiais, segundo registro da PM.

O homem, identificado como Samuel Oliveira Maciel, foi detido na tarde desse domingo. Segundo o boletim de ocorrência da PM, pessoas que passavam pelo Bairro Lourdes acionaram uma viatura que estava em patrulhamento pela região. As testemunhas informaram que o condutor do Jaguar estava dirigindo em alta velocidade, fazendo zigue-zague na pista. Em determinado momento, segundo os relatos, quase atropelou um motociclistas e pedestres.



Depois da denúncia, viaturas foram atrás do veículo e o encontraram em alta velocidade próximo à Praça Marília de Dirceu. Segundo a PM, foi dada ordem de parada, mas o homem desobedeceu e acelerou. Os policiais disseram que ele chegou a furar o sinal vermelho. O automóvel foi cercado na Rua Santa Catarina, próximo ao número 1.460, e o condutor detido.

Os militares informaram no boletim de ocorrência, que o motorista desceu do carro com andar cambaleante, fala desconexa, e muita agressividade. Chegou a resistir à abordagem e desacatou os policiais pronunciando palavrões. Ele se recusou a realizar o teste do etilômetro. Foi dada voz de prisão ao homem por dirigir sob influência de substâncias psicoativas, direção perigosa, desobediência e desacato.

O homem foi encaminhado para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG). Segundo a PM, o motorista também desacatou policiais civis e, enquanto a ocorrência era feita, forçou as algemas para provocar lesões nele próprio, narrou os policiais.


De acordo com a assessoria de imprensa do Detran, o homem foi preso em flagrante por desacato e por conduzir veículos sob a influência de álcool. Por causa disso, não foi estipulada fiança e ele foi encaminhado a uma unidade do sistema prisional da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Além disso, terá que pagar  multa de R$ 2.937,40 e vai responder a processo criminal por dirigir embriagado. A Carteira Nacional de Habilitação do motorista pode ser suspensa por 12 meses.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade