Publicidade

Estado de Minas

Empresário é preso por abusar de enteada dos 11 aos 15 anos

Condenado já em segunda instância, homem foi detido em Ribeirão das Neves em cumprimento de mandado emitido pelo Tribunal de Justiça de Minas


postado em 09/10/2018 06:00 / atualizado em 09/10/2018 07:36

Um empresário do ramo farmacêutico foi preso em mandado expedido pela Justiça. Charles de Jesus Lima, de 48 anos, foi condenado a 15 anos de detenção por estuprar a própria enteada dos 11 aos 15 anos de idade, quando o crime foi denunciado pela própria vítima.


A prisão ocorreu em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, depois de condenação em segunda instância no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O mandado foi cumprido por agentes da Polícia Civil, que fizeram campana e detiveram o empresário quando ele se aproximava de imóvel na cidade.
A sentença determina que o empresário cumpra 15 anos de prisão em regime fechado. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o processo está em grau de recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ).


Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), o homem permanece no Presídio Professor José Inspetor Martinho Drummond, na mesma cidade onde foi detido, no fim de setembro.


A vítima – hoje maior de idade– fez a denúncia quando tinha 15 anos, relatando abusos desde os 11. O boletim de ocorrência que gerou o processo foi registrado pela garota na companhia da mãe. De acordo com o depoimento da adolescente que consta no registro policial, o empresário, por diversas vezes, passou a mão pelo corpo dela, especialmente nos seios. Os abusos ocorriam quando a mãe dela saía e enquanto a garota tomava banho.


A mãe dela contou, também em depoimento à polícia, que notou mudanças no comportamento da filha em relação ao padrasto e no desenvolvimento escolar. Disse, ainda, que chegou a procurar ajuda de psicólogos, sem sucesso, até que a filha denunciou o abuso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade