Publicidade

Estado de Minas

Semana das crianças aumenta movimento na rodoviária de BH

Mais de 90 mil passageiros devem deixar a capital mineira. BHTrans reforça operação de trânsito na região


postado em 08/10/2018 18:07 / atualizado em 08/10/2018 19:17

(foto: Prefeitura de Belo Horizonte/Reprodução)
(foto: Prefeitura de Belo Horizonte/Reprodução)
A semana das crianças, também marcada pelo feriado de 12 de outubro, data que homenageia a padroeira do país, Nossa Senhora Aparecida, deverá movimentar o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip), no Centro de Belo Horizonte. A expectativa é de que mais de 163 mil pessoas passem pela rodoviária entre esta quarta-feira até a próxima segunda-feira, representando um aumento de 3% com relação ao ano passado.

De acordo com a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), estima-se que mais de seis mil partidas e chegadas sejam realizadas no terminal e que aproximadamente 94 mil passageiros deixem a capital mineira.

Os dias mais movimentados para os embarques são quarta-feira, quinta-feira e domingo, totalizando cerca de 57 mil pessoas saindo de BH. Para os desembarques, os dias de maior movimento são sábado, domingo e segunda-feira, com aproximadamente 38 mil passageiros desembarcando no terminal.

Os destinos mais procurados pelos belo-horizontinos são as cidades litorâneas do país, como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Guarapari (ES), Conceição da Barra (ES), Porto Seguro (BA) e Cabo Frio (RJ). 

Dentre as cidades mineiras, o maior número de viagens é para o Sul de Minas, em São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Guaxupé, Passos e Poços de Caldas. As cidades históricas da Região Central não ficam de fora, como Ouro Preto e São João Del Rei. No Vale do Rio Doce, os destinos mais procurados são Governador Valadares e Ipatinga. Montes Claros, no Norte de Minas e Viçosa, na Zona da Mata, também estão entre os destinos mais procurados. 

Os usuários devem ficar atentos com o trânsito no entorno do Terminal Rodoviário. A partir desta segunda-feira, a BHTrans monta uma operação especial para organizar o fluxo de veículos e pedestres. 

Mudança no trânsito

As operações no trânsito na região contam com um esquema especial para a chegada e saída das pessoas à Rodoviária, além de uma área para estacionamento de ônibus rodoviários ao longo da Avenida do Contorno, que regula o acesso ao terminal. De acordo com a BHTrans “as medidas têm o objetivo de organizar e garantir a fluidez de veículos, pedestres e a operacionalização do terminal, cujo movimento aumenta significativamente no período”.

As mudanças serão indicadas por faixas de pano e sinalização complementar para orientar os motoristas e garantir segurança aos passageiros, pedestres e condutores. Agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar também operam o tráfego na região.

Fila de táxi
Em função da grande demanda nos dias da chegada, a fila seguirá para a Rua Acre pela Avenida Olegário Maciel, Rua dos Tamoios, Rua Rio Grande do Sul até no máximo a esquina com Rua dos Tupinambás.

Dentro da plataforma de desembarque, a operação de táxi será efetuada por duas filas, diminuindo o tempo de embarque.

Estacionamentos superior e inferior
A saída do estacionamento superior será canalizada para acesso à Rua dos Guaranis e/ou plataforma inferior e veículos vindos da plataforma superior, para passagem pelo estacionamento inferior/contrafluxo na rua Paulo de Frontin. Essa saída em direção à Rua 21 de Abril será a mesma para veículos que acessarem o estacionamento inferior e taxistas.

Proibição de estacionamento
O estacionamento está restrito nos seguintes trechos no Centro de BH:
  • Avenida do Contorno, sentido horário, entre Rua 21 de Abril e Rua Curitiba
  • Rua Rio Grande do Sul, entre Avenida do Contorno e Rua dos Tupinambás (somente lado direito)
  • Rua dos Caetés, entre Avenida Olegário Maciel e Avenida do Contorno, no sentido da via (lado direito), manter a regulamentação para motos
  • Rua Saturnino de Brito, em toda a extensão, no sentido da via (lado direito), com desativação de carga e descarga
  • Rua Paulo de Frontin, entre Rua Acre e Rua dos Guaranis, no sentido da via (lado direito)
  • Rua Paulo de Frontin, entre Rua dos Guaranis e Praça Rio Branco, no sentido da via (lado direito)
  • Rua dos Caetés, entre Rua Curitiba e Rua da Bahia, no sentido da via
  • Rua Espírito Santo, entre Avenida Amazonas e Avenida Santos Dumont, no sentido da via
  • Rua Curitiba, entre Rua dos Caetés e Avenida Santos Dumont, no sentido da via
  • Rua Curitiba, entre Avenida Santos Dumont e Rua dos Guaicurus

Fechamentos operacionais
Os seguintes trechos estão bloqueados para passagem de veículos: 
  • Rua Paulo de Frontin com Avenida Olegário Maciel, sob o viaduto B
  • Rua Paulo de Frontin com Rua Acre, somente trânsito local
  • Rua Paulo de Frontin com Rua dos Guaranis (com saída para a rua dos Caetés), permitindo a saída do estacionamento
  • Rua dos Caetés com Avenida do Contorno, canalização, criando direita livre

Plano de chegada (a partir de domingo, 14/10)
Trechos da Avenida do Contorno com Rua Mato Grosso, Rua dos Carijós, com Ruas Rio Grande do Sul e dos Tupinambás e com Rua dos Caetés receberão coneamento, na faixa à esquerda, junto à mureta do Ribeirão Arrudas, para controlar o estoque dos ônibus por ordem de chegada, com o objetivo de garantir a fluidez na avenida do Contorno.

Na Avenida do Contorno com Rua 21 de Abril, os agentes devem garantir a fluidez na Avenida do Contorno, em ambos os sentidos. Se o volume de veículos na avenida for muito grande, serão alterados os tempos semafóricos, garantindo a fluidez na interseção.

Na Rua 21 de Abril com Rua Saturnino de Brito, esse novo acesso poderá ser operacionalmente fechado, caso os estacionamentos fiquem lotados, devendo os veículos retornarem pelas pontes da Avenida do Contorno (mantendo-se à esquerda).

Na Rua Paulo de Frontin com avenida Olegário Maciel, serão priorizados o trânsito da Rua Paulo de Frontin, devido ao grande número de ônibus com intenção de acessar a área de desembarque. Também serão ordenados os acessos à rodoviária, permitindo apenas ônibus e táxi. Os veículos que não queiram acessar a rodoviária deverão seguir pela Avenida Olegário Maciel.

O trecho da Rua Paulo de Frontin, entre avenida Olegário Maciel e Rua Acre será acessado apenas o trânsito local.

De acordo com a BHTrans, “é de fundamental importância a priorização de saída de veículos da rodoviária (táxi e ônibus) devido inclusive à poluição provocada pelos escapamentos e a geração de novas vagas para o embarque de táxi e o desembarque de passageiros dos ônibus”.

Clique aqui para consultar outras intervenções envolvendo o trânsito rodoviário.
 
* Estagiária sob supervisão  da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade