Publicidade

Estado de Minas

Processo de revitalização deixa Viaduto Santa Tereza sem nenhuma luminária

Luminárias do modelo 'republicana' foram retiradas para passar por processo de manutenção. Postes com LED começam a ser instalados no elevado ainda esta semana


postado em 03/10/2018 18:51 / atualizado em 04/10/2018 08:57

Escuridão marca o cartão-postal durante as intervenções(foto: João Henrique do Vale/EM/D.A Press)
Escuridão marca o cartão-postal durante as intervenções (foto: João Henrique do Vale/EM/D.A Press)
Um dos pontos tradicionais de Belo Horizonte está diferente. Temporariamente, o Viaduto Santa Tereza, que liga o Bairro Floresta, na Região Leste, ao Centro da cidade, perdeu suas luminárias modelo “republicano” e ficou às escuras. Todas as hastes foram retiradas para manutenção. A BHIP, consórcio de quatro empresas que venceu o contrato para assumir e modernizar toda a iluminação pública da cidade, informou que até o fim da semana dará início à colocação de postes. Eles receberão luz de LED e ficarão provisoriamente instalados durante a revitalização das peças retiradas. Em setembro, uma das luminárias republicanas despencou do alto do elevado e atingiu veículos que passavam na Avenida dos Andradas.


Ao descer a Rua Tamoios e atravessar a Rua da Bahia, já é possível ver os espaços vazios nas extremidades do viaduto. Ao longo do guarda-corpo do elevado, há apenas a estrutura de cimento onde eram fixados os postes. Nem mesmo no alto das duas alças da estrutura há luminárias. Elas também foram retiradas para o processo de restauração. Segundo a BHIP, não há data para o serviço ser finalizado.

O trabalho começou na segunda-feira. Durante o serviço, o viaduto está temporariamente sem iluminação. Durante a noite, os faróis dos veículos são os únicos que iluminam a estrutura, tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) como parte integrante do conjunto arquitetônico da Praça Rui Barbosa.


Segundo a BHIP, postes comuns vão ser instalados no lugar das luminárias republicanas, que passarão por um processo de revitalização e pintura. Serão colocadas entre 10 e 15 hastes durante o processo. Elas receberão luzes de LED. O consórcio não informou quando as tradicionais luminárias retornarão para o elevado.


O Viaduto Santa Tereza foi inaugurado em setembro de 1929, sendo uma das obras pioneiras do país em concreto armado. A estrutura foi projetada pelo engenheiro Emílio Baumgart, integrante do grupo modernista carioca que tinha, entre seus integrantes, o urbanista Lúcio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer.  O elevado, com 390 metros de extensão, 14m de altura e 13m de largura, demorou dois anos para ser construído. Ele está localizado entre as ruas da Bahia e Itambé – em frente à Serraria Souza Pinto.

Postes que irão substituir as luminárias devem começar a ser instalados ainda nesta semana(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
Postes que irão substituir as luminárias devem começar a ser instalados ainda nesta semana (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)


SUSTO Durante o trabalho de revitalização da iluminação do elevado, um susto. Uma das luminárias caiu do alto do viaduto na Avenida dos Andradas, uma das mais movimentadas de Belo Horizonte. No momento da queda, estava sendo feito serviço na parte elétrica. Cabos de energia eram transferidos de dentro do poste quando a estrutura se desprendeu.


A queda da haste por pouco não terminou em tragédia. Duas motos e um carro foram atingidos. Um adolescente de 17 anos ficou ferido no incidente. Viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fizeram o atendimento. A BHIP se comprometeu a arcar com os danos causados nos veículos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade