Publicidade

Estado de Minas

Construção de via no Aglomerado da Serra vai atender cerca de 3 mil pessoas

Obra inclui abertura e urbanização de 240 metros da Rua Cruzeiro do Sul, além da captação de drenagem, implantação de rede de esgoto e iluminação pública


postado em 25/09/2018 13:13 / atualizado em 25/09/2018 13:53

O empreendimento da Vila Fazendinha foi conquistado pela comunidade por meio do Orçamento Participativo 2013/2014(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
O empreendimento da Vila Fazendinha foi conquistado pela comunidade por meio do Orçamento Participativo 2013/2014 (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), e o diretor-presidente da Urbel, Claudius Vinícius Leite Pereira, visitaram na manhã desta terça-feira uma das obras de urbanização, no Aglomerado da Serra, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. No local, que antes possuía becos estreitos e escadarias de difícil acesso, foi construída uma via ampla que deve atender aproximadamente 3 mil pessoas. Para o investimento, foram previstos cerca de R$ 4 milhões em recursos.

O empreendimento da Vila Fazendinha foi conquistado pela comunidade por meio do Orçamento Participativo 2013/2014. O OP proporciona à comunidade de vilas, favelas e conjuntos habitacionais populares um espaço efetivo de exercício da cidadania. A população destes locais decide, por meio de votação, quais são as obras prioritárias a serem realizadas pela Prefeitura na sua comunidade.

Essa obra inclui abertura e urbanização de 240 metros da Rua Cruzeiro do Sul – entre Rua Adutora e escadaria existente próxima a escola – além da captação de drenagem, implantação de rede de esgoto e iluminação pública. “São intervenções importantes para esse pessoal que já esta estabelecido aqui. Estamos melhorando a vida desse pessoal que precisa muito do poder publico”, disse o Kalil em coletiva.

Ainda no Aglomerado da Serra, ocorrem obras de urbanização dos becos Joaquim Coelho, Lourival Souto e Simião Ferreira, localizados na Vila Nossa Senhora Aparecida. As obras de abertura de becos e implantações de vias de pedestres foram conquistas pelo Orçamento Participativo 11/12, com investimento de R$ 1,9 milhão. As intervenções devem ser concluídas até o primeiro semestre de 2019.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade