Publicidade

Estado de Minas

Mulher é assassinada a tiros na porta de casa por ex-marido, em Montes Claros

De acordo com vizinhos, o casal vivia em constantes desavenças e estaria em processo de separação. O autor do crime tentou fugir, mas foi preso em cidade próxima


postado em 17/09/2018 10:48 / atualizado em 17/09/2018 14:53



Uma mulher foi assassinada a tiros na porta de casa, no Bairro Todos Santos, em Montes Claros, no Norte de Minas.

Elaine Figueiredo Lacerda, de 61 anos, foi morta pelo marido Calcivo Deusdete de Freitas, de 61, na noite desse domingo.

Conforme vizinhos, o casal vivia em constantes desavenças e estaria em processo de separação.

 

Depois do crime, o autor fugiu e acabou sendo preso pela Policia Militar, na madrugada desta segunda-feira, em Inhaúma, na zona rural de São João da Lagoa, na mesma região. 

De acordo com testemunhas, no fim da tarde de domingo, Calcivo e Elaine chegaram em casa e permaneceram conversando por cerca de 20 minutos no interior da residência. Em determinado momento, Calcivo decidiu tirar um carro da garagem e deixou o portão aberto.

Conforme registrado por uma câmera de segurança na rua, o autor foi até um Siena preto que estava parado na porta da casa e pegou uma arma no porta-malas. Em seguida, ele chamou Elaine até o portão de entrada. Quando a mulher abriu o portão, Calcivo disparou várias vezes contra a vítima. Um dos tiros atingiu a cabeça de Elaine, que caiu na calçada.

O crime foi testemunhado por um sobrinho da vítima, um estudante, de 25 anos, que estava dentro da casa. Segundo vizinhos, o rapaz chegou a gritar para o autor: “tio, não faz isso não”. O homem teria respondido, de acordo com os moradores: “Vaza senão eu te mato”.

Marcas dos tiros no portão da casa, onde a vítima foi baleada(foto: Luiz Ribeiro/EM/DA Press)
Marcas dos tiros no portão da casa, onde a vítima foi baleada (foto: Luiz Ribeiro/EM/DA Press)


Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) tentou reanimar a vitima. Mas ela morreu no local. No portão da casa, ficaram marcas dos tiros disparados pelo autor do crime.

O corpo de Elaine foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. A família pretende levar para Virginópolis, onde deverá ser sepultado.

 

Calcivo é dono de um laboratório de prótese dentária em Montes Claros, onde também trabalhava a mulher dele.

Uma vizinha informou que, em diversas ocasiões anteriores, Elaine foi vítima de agressões por parte do companheiro. “Houve um dia que ela apanhou muito e decidiu sair de casa. Depois de algum tempo, ela voltou para casa”, relatou a fonte.  

(foto: Reprodução/Youtube)
(foto: Reprodução/Youtube)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade