Publicidade

Estado de Minas

Trio assalta taxista, o prende no porta-malas e é preso pela PM na Grande BH

Suspeitos usaram uma faca para render motorista, que também foi agredido e ameaçado de morte; sequestro durou cerca de 2h


postado em 14/09/2018 19:25 / atualizado em 14/09/2018 19:32

Imagem meramente ilustrativa(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Imagem meramente ilustrativa (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Um taxista foi assaltado e sequestrado na madrugada desta sexta-feira (14), na cidade de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista fazia uma corrida rumo ao Bairro Kennedy no momento em que Pedro Henrique Martins, de 30 anos, Luiz Ferreira, de 34, e Gladstone Braga, 37, anunciaram o assalto. 

Imediatamente, o veículo modelo Fiat Linea foi parado e o trio ordenou que o taxista fosse para dentro do porta-malas, segundo a versão contada pela vítima à PM. O taxista permaneceu no compartimento enquanto os suspeitos conduziam o veículo sem rumo certo. 

Minutos depois, o veículo foi novamente parado. Neste momento, os suspeitos teriam agredido o taxista e o ameaçado de morte, conforme o relato dele. A calça do trabalhador chegou a ser rasgada com os ataques. 

Após ser hostilizado, o motorista foi obrigado a retornar ao porta-malas. O trio andou por mais 1h30, quando abandonaram o veículo na Rua Reginaldo de Souza Lima, no Bairro Bernardo Monteiro, nas proximidades do Motel Ce Ki Sabe, conforme a PM. O estabelecimento fica às margens da Via Expressa de Contagem.

Neste momento, populares avistaram o carro e chamaram a polícia. Ao chegar ao local, 15 minutos depois do chamado, a PM resgatou o homem do porta-malas. 

Logo, a polícia iniciou o rastreamento dos suspeitos. Pedro, Luiz e Gladstone foram encontrados em um trailer no Bairro Bela Vista, também em Contagem, onde foram detidos e encaminhados à Delegacia de Plantão de Contagem.

A arma usada no crime foi apreendida pelo órgão de segurança. Todas as informações se baseiam no boletim de ocorrência concedido pela Polícia Militar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade