Publicidade

Estado de Minas

Corregedoria da PM apura suposto assédio sexual de policial no metrô de BH

Imagens mostram policial em pé ao lado de uma mulher enquanto mexe no celular e parece se encostar nela deliberadamente em um vagão vazio


postado em 12/09/2018 18:02 / atualizado em 13/09/2018 09:58


A Corregedoria da Polícia Militar (PM) vai apurar a atitude de um policial em um suposto caso de assédio sexual dentro de um vagão do metrô de Belo Horizonte. O militar, que estava fardado, foi gravado por outro usuário do transporte público em um vídeo de celular.

As imagens mostram o policial em pé ao lado de uma mulher, que está sentada em um dos bancos do metrô. Durante a viagem, o homem mexe no celular e aparentemente se encosta deliberadamente na passageira, em um vagão que estava vazio.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que “recebeu o vídeo e já está em processo apuratório”. “A Corregedoria da corporação acompanha o caso”, finalizou.

Denúncias de assédio como essa são comuns no transporte público. Diante deles, em 2016, lei votada na Câmara de Belo Horizonte determinou, a criação de um vagão exclusivo para mulheres. A medida causou polêmica e dividiu a opinião do público feminino.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade