Publicidade

Estado de Minas

PM prende suspeitos de furto em apartamento em BH

Segundo o Boletim de Ocorrência, paulistas chegaram hoje em Belo Horizonte e roubaram um apartamento localizado no Bairro Lourdes a mando de outros três comparsas


postado em 24/08/2018 22:19 / atualizado em 24/08/2018 23:13

Materiais apreendidos pela Polícia Militar, em sua maioria, eram joias e bijuterias (foto: Reprodução/Polícia Militar)
Materiais apreendidos pela Polícia Militar, em sua maioria, eram joias e bijuterias (foto: Reprodução/Polícia Militar)
Nesta sexta-feira (24), a Polícia Militar (PM) prendeu dois homens suspeitos de roubar um apartamento do edifício Solar da Liberdade, localizado na Rua Gonçalves Dias, no Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo a PM, Felipe Hespanhol, de 23 anos, e Vitor Santos, de 18, chegaram hoje de São Paulo (SP) e agiram a mando de outros três comparsas. 

A ocorrência se iniciou quando a PM avistou os dois suspeitos correndo nas proximidades da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Diante da suspeita, os militares solicitaram a parada dos homens, o que não foi respeitado. 

Ao serem detidos, eles confessaram que haviam furtado o apartamento. Segundo a PM, a dupla contou que assaltaria outro imóvel no edifício, mas uma moradora a surpreendeu, o que motivou a fuga. 

Segundo a PM, os dois suspeitos ainda contaram que havia uma lista com vários prédios, com os horários em que cada morador estaria ausente da unidade, o que facilitaria o crime. Conforme boletim de ocorrência, os dois suspeitos afirmaram que havia outro prédio na Rua Fernandes Tourinho, na Região da Savassi. Eles não souberam detalhar os outros endereços por não conhecer a cidade. 

Na ação de hoje, a dupla usou uma chave de fenda. Para entrar no imóvel, eles se passaram por parentes dos moradores e enganaram o porteiro. A dupla também tocou a campainha para confirmar que o apartamento estava vazio. 

Com eles, a PM apreendeu: uma sacola de joias, R$ 262 e dois telefones celulares. Três militares atuaram na ocorrência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade