Publicidade

Estado de Minas

Justiça condena acusado de tentar matar companheira

Segundo os autos, homem atacou a mulher a facadas quando ela chegava ao trabalho. Julgamento faz parte de iniciativa contra o feminicídio


postado em 20/08/2018 21:39 / atualizado em 20/08/2018 22:16

(foto: Reprodução/pxhere)
(foto: Reprodução/pxhere)
A Justiça mineira condenou no final da tarde desta segunda-feira (20) um homem acusado de tentar matar a facadas a ex-companheira. O julgamento coincide com o esforço concentrado da 11ª Semana da Justiça pela Paz em Casa, campanha que visa ao combate à violência contra a mulher.

Segundo o Ministério Público, Guilherme Maurício da Silva não aceitou a decisão da companheira de romper o relacionamento com ele. De acordo com os autos, ele atacou a mulher quando ela chegava ao trabalho, no Bairro de Lourdes, Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Na sentença, a juíza do 1º Tribunal do Júri da capital, Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, estipulou a pena do acusado em 11 anos e 3 meses. Foi concedido ao réu o direito de recorrer em liberdade. Porém, de acordo com a sentença, o condenado deverá permanecer longe da vítima.

Combate ao feminicídio


A 11ª Semana da Justiça Pela Paz em Casa foi lançada na manhã desta segunda-feira, no Fórum Lafayette, no Barro Preto, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a iniciativa tem como tema central o feminicídio.

A proposta é de que, até sexta-fera, tribunais de todo o país priorizem audiências referentes à violência doméstica, sobretudo processos referentes ao feminicídio.

Durante o evento, a juíza Marixa Rodrigues ressaltou que as pessoas precisam se alegrar com a justiça. “Na prática, percebemos que as vítimas ficam absolutamente sós em julgamentos. Precisamos ter a sensibilidade de acompanhar esses julgamentos, em crimes tentados ou consumados. É necessário demonstrar para todos, inclusive para familiares, que eles estão acolhidos e que existe uma rede de proteção em todas as situações”, destacou a magistrada.

A abertura contou com apresentação da cantora Fernanda Valadares, que interpretou canções de artistas brasileiros que têm o foco na mulher.

Além dos julgamentos, durante todos os dias serão promovidas ações sociais no Fórum Lafayette e imediações, voltadas para o apoio a vítimas de violência doméstica e familiar e às mulheres em geral.
Programação 11ª Semana Justiça pela Paz em Casa(foto: Divulgação/TJMG)
Programação 11ª Semana Justiça pela Paz em Casa (foto: Divulgação/TJMG)


Com informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais

*Estagiário sob supervisão do editor Roney Garcia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade