Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil investiga morte de artista encontrada com serpentes no quarto

Apesar da suspeita inicial, o óbito não foi causado pelos animais, segundo a PM; mulher era bastante conhecida em Montes Claros, no Norte de Minas


postado em 24/07/2018 20:06 / atualizado em 24/07/2018 22:58

A Polícia Civil está investigando a morte de uma mulher dentro de uma boate em Atibaia, interior de São Paulo. A dançarina, de 35 anos,  estava em um quarto da casa de shows, mas sem nenhum ferimento. Duas cobras, usadas pela artista em seus shows, estavam no local. A apuração inicial da polícia não apontou que elas tenham provocado o óbito. 

O corpo da mulher, conhecida como "Haybara Rainha das Cobras", foi encontrado na manhã desta terça-feira. De acordo com a Polícia Militar, funcionários e amigos dela estranharam que a dançarina não saía do quarto. Eles entraram no cômodo e a encontraram deitada na cama já sem vida.  

Segundo a PM, as duas cobras, uma píton e uma jiboia, estavam dentro de uma caixa. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate dos animais. As cobras já tinham sido apreendidas anteriormente, em março do ano passado, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Entretanto, a artista pagou multa e conseguiu recuperá-las.

A Polícia Civil informou que vai investigar o caso como morte suspeita, quando o óbito não ocorre de modo natural. Está descartado,  preliminarmente, a morte devido à picada das serpentes.
 
A mulher era conhecida pelos seus shows artísticos em Minas Gerais, principalmente em Montes Claros, no Norte do estado, onde chegou a morar.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade