Publicidade

Estado de Minas

Criminosos roubam apartamentos em prédio no Bairro Buritis

Os homens fugiram pelo Anel Rodoviário, onde foram perseguidos pela Polícia Militar (PM), e acabaram presos em Contagem, na Grande BH. Com eles foram encontrados materiais levados do prédio e uma arma de fogo


postado em 24/07/2018 15:48 / atualizado em 24/07/2018 16:41

Os bandidos invadiram o prédio e ameaçaram os moradores(foto: Google Street View/Reprodução)
Os bandidos invadiram o prédio e ameaçaram os moradores (foto: Google Street View/Reprodução)

Moradores de um prédio no Bairro Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte, viveram momentos de terror nesta terça-feira. Ao menos quatro pessoas foram rendidas por criminosos armados e foram ameaçadas com arma de fogo. Os bandidos roubaram aparelhos eletrônicos, celulares e outros materiais dos apartamentos. Em seguida, fugiram e foram perseguidos pelo Anel Rodoviário. Três homens acabaram presos depois de se envolver em uma acidente em Contagem, na Grande BH.

As vítimas relataram a Polícia Militar (PM) que foram abordadas enquanto estavam na garagem do prédio, localizado na Rua Professora Bartira Mourão. Os três criminosos invadiram o local e ameaçaram os moradores com uma arma de fogo. No boletim de ocorrência consta que o grupo estava agressivo e que ameaçava a todo momento as vítimas.

Ao menos dois apartamentos foram invadidos e vasculhados pelos criminosos. Eles levaram televisores, celulares e outros pertences pessoais dos moradores. Os materiais foram colocados em uma Fiorino, com placas clonadas.

Os militares receberam a denúncia do assalto e tiveram a informação que a fuga dos criminosos aconteceu na Fiorino. Um cerco bloqueio foi feito e o veículo foi avistado no Anel Rodoviário. Segundo a PM, os policiais deram voz de parada para os ladrões, mas eles ignoraram e fugiram em alta velocidade pela rodovia.

Quando já estavam na Avenida Cardeal Eugênio Pacelli, em Contagem, o condutor perdeu o controle da direção e se envolveu em um acidente. Dois dos criminosos desceram e tentaram fugir a pé, mas acabaram alcançados pelos militares. Com eles, foram encontrados materiais levados das vítimas e um revólver. Dentro da Fiorino, estava um terceiro membro do grupo, que também tinha pertences das vítimas.

O veículo usado na fuga estava com as placas clonadas e tinha queixa de roubo desde maio deste ano. Os homens presos informaram aos militares que compraram o carro por R$ 1,2 mil. Todos eles foram reconhecidos pelos moradores do prédio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade