Publicidade

Estado de Minas

Brigas entre torcedores do Cruzeiro e Atlético deixam feridos em BH

Polícia foi chamada durante a madrugada por causa de uma briga generalizada entre torcedores na Av. Nossa Senhora do Carmo, na Região Centro-Sul de BH. Na Pampulha, homem que estava com jaqueta do Atlético foi agredido


postado em 17/07/2018 11:59 / atualizado em 17/07/2018 13:59

Torcedores do Cruzeiro e do Atlético se envolveram em brigas entre noite de segunda e madrugada desta terça-feira em diferentes pontos de Belo Horizonte. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas nas duas ocorrências. Por volta da meia-noite de hoje, a Polícia Militar (PM) informou que foi chamada para atender uma ocorrência envolvendo torcidas organizadas dos dois times na Avenida Nossa Senhora do Carmo, altura do Bairro São Pedro, na Região Centro-Sul da capital. 

Chegando ao local, eles encontraram um ônibus da linha 3030 (Pilar – Olhos D'Água/Centro) com os vidros das janelas e portas danificados. O motorista contou à polícia que uma mulher deu sinal para embarcar e, quando ele parou, um grupo de homens segurando pedaços de madeira entrou no veículo e começou a bater em torcedores do Cruzeiro que estavam lá dentro. Um homem, que seria torcedor do Atlético, foi ferido no rosto e na cabeça e precisou ser levado para o Hospital João XXIII. O estado de saúde dele não era grave, segundo a polícia, mas ele ficou em observação e também não conseguiu dar detalhes do que aconteceu. 

Uma testemunha também disse à polícia ter visto alguns dos agressores desembarcando de um carro para participar da briga. De posse das informações, eles localizaram um Honda Civic com características semelhantes na Avenida Barão Homem de Melo. No veículo estavam cinco cruzeirenses. O motorista é inabilitado. Ele disse que voltava do Mineirão, onde eles assistiram à partida contra o Atlético - PR, quando viram o ônibus sendo danificado e vários torcedores correndo. Em seguida, um homem pediu socorro e entrou no Honda Civic. Ele disse que era passageiro do ônibus. Atrás dele, veio outro homem que danificou o veículo com um bastão de madeira. Conforme a polícia, todos os ocupantes do carro confirmaram a versão. Eles foram detidos e encaminhados a uma delegacia, onde foram ouvidos e liberados posteriormente. De acordo com a Polícia Civil, nesse primeiro momento não foi possível identificar entre eles o agressor e o suspeito de quebrar o ônibus. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil Sul. 

ESTAÇÃO PAMPULHA Às 18h de segunda-feira, a polícia também foi chamada por conta de outra briga, desta vez no interior da Estação Pampulha, na Avenida Pedro I. Segundo a Polícia Militar (PM), consta no registro que houve uma confusão e uma vítima foi encontrada caída na área do piso inferior da estação. Eles fizeram rastreamento e localizaram dois suspeitos, de 18 e 26 anos, que foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan 1). 

À rádio Itatiaia, o homem agredido, que tem 40 anos, contou que estava a caminho da casa da mãe e estava com um casaco de uma torcida organizada do Atlético Mineiro amarrado na mochila quando foi atacado por cruzeirenses. Ele precisou ser hospitalizado e recebeu pontos na região dos olhos por causa de um corte. 

A Polícia Civil informou que os detidos assinaram um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) pelo artigo 129 do Código Penal Brasileiro -  lesão corporal, foram liberados e vão responder à Justiça em uma audiência. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade