Publicidade

Estado de Minas

Tiroteio em porta de boate deixa um morto e seis feridos em BH; veja vídeo

Caso ocorreu na saída de uma casa de shows na Pampulha. Vítimas foram levadas para o Hospital Risoleta Neves


postado em 02/07/2018 07:23 / atualizado em 02/07/2018 13:06


Sete pessoas foram baleadas e uma morreu em um tiroteio na porta de uma boate na madrugada desta segunda-feira no Bairro Itapoã, Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Entre as vítimas está um cabo do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam), que reagiu. O homem que morreu é apontado como o responsável pelo tiroteio. A boate onde o crime ocorreu fica na Avenida Pedro I, sob o antigo Via Brasil. Segundo a página do estabelecimento no Facebook, MCs e DJs estavam se apresentando no local desde a noite de domingo. 

"Um grupo de indivíduos estava no interior de uma boate de BH, na Avenida Pedro I, e eles foram retirados de lá por causa de um tumulto no interior da casa de festa. Esses indivíduos prometeram retornar e se vingar. Do lado de fora da boate, enquanto pessoas estavam reunidas conversando, chegou o infrator que disparou contra o segurança", explicou o tenente Marcelo Pery, do Rotam. Na sequência, segundo ele, um policial que está de férias e frequentava a casa atirou usando uma arma particular.

Ainda de acordo com o tenente, o agressor, que estava com uma pistola 380, atirou várias vezes e acertou seis pessoas. O policial revidou e atirou no autor, que morreu no local. O motivo da briga no interior da boate ainda é investigado. "Todos os baleados são inocentes. As pessoas estavam na porta conversando e foram surpreendidas por tiros. O alvo era o segurança, mas acertou outras pessoas," completou. Ainda segundo o tenente Pery, o morto era um "individuo qualificado por tráfico de drogas e conhecido pela polícia". 

O policial também disse que no local foram encontradas cápsulas de munição diferentes das que foram usadas nas armas apreendidas. Assim, eles apuram a participação de outras pessoas no tiroteio. 

Ver galeria . 6 Fotos Tiroteio na porta de uma boate no Bairro Itapoã, na Região da Pampulha, deixou seis feridos e um morto na madrugada desta segunda-feiraPaulo Filgueiras/EM/DA Press
Tiroteio na porta de uma boate no Bairro Itapoã, na Região da Pampulha, deixou seis feridos e um morto na madrugada desta segunda-feira (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press )


Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Jolie! confirmou que o homem disparou contra o segurança na porta da boate e fugiu em direção à Avenida Pedro I, e que o cabo da PM que estava saindo do estabelecimento atirou no homem e também foi baleado. “O estabelecimento disponibilizou imagens do circuito de segurança da boate que narram o fato tal qual citado nesta e os colocou à disposição das investigações da polícia”, explica a Jolie!. Um dos vídeos foi passado à imprensa. A boate também informou à reportagem que tem alvará de funcionamento, concedido no ano passado e válido até 2022 (leia a nota na íntegra no final da matéria). 

Os feridos foram socorridos no Hospital Risoleta Neves, na Região de Venda Nova. Segundo a assessoria de imprensa da unidade, foram encaminhados ao bloco cirúrgico uma jovem de 24 anos, um homem de 29 e outras duas pessoas não identificadas. Outros dois homens, sendo o policial, de 34 anos, e outro paciente de 48 anos estavam na sala de emergência ainda nesta manhã. O homem que morreu foi identificado pelo hospital como Pedro Henrique Vítor Silva, de 20 anos. 

Polícia ainda estava no local na manhã desta segunda-feira (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Polícia ainda estava no local na manhã desta segunda-feira (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


Veja a nota da Jolie! sobre o caso:

"A boate Jolie!, clube inaugurado no final de 2017 nas imediações da Pampulha, vem por meio desta esclarecer e se posicionar a respeito do ocorrido nesta madrugada - 2 de julho de 2018 -, quando, às 4 horas e 20 minutos da manhã, um homem disparou contra o segurança na porta da boate. Vindo da avenida Pedro I, o meliante não pôde ser identificado por ter colocado sobre a cabeça um capuz preto; correndo, atirou no funcionário da casa e seguiu em disparada, descendo a avenida de onde veio. Imediatamente, um Cabo da Polícia Militar que estava saindo da Jolie!, reagiu acertando o atirador na via e também sendo atingido.
 
O bandido morreu na hora, enquanto o Cabo e outras cinco pessoas, incluindo o segurança que recebeu o primeiro disparo do meliante, encontram-se no hospital Risoleta Neves e, até o último instante em que a boate obteve informações a respeito, sem vítimas fatais; todos os casos aspiram cuidados, porém estão estáveis.
 
O estabelecimento disponibilizou imagens do circuito de segurança da boate que narram o fato tal qual citado nesta e os colocou à disposição das investigações da polícia. A motivação do crime ainda não foi identificada, mas a casa encontra-se absolutamente à disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários, bem como está prestando a devida assistência às vítimas do ocorrido."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade