Publicidade

Estado de Minas

Preso homem que matou PM por dívida em Montes Claros

Conforme informações da PM, o motivo do crime foi a desavença no pagamento de uma divida da venda de três aparelhos celulares


postado em 29/06/2018 13:02 / atualizado em 29/06/2018 15:30

O soldado da Policia Militar Bruno Theodoro da Silva, de 31 anos,(foto: Reprodução/Redes sociais)
O soldado da Policia Militar Bruno Theodoro da Silva, de 31 anos, (foto: Reprodução/Redes sociais)
Foi preso, na madrugada desta sexta-feira, em Montes Claros, Norte de Minas, Fernando Dores Rocha, de 23 anos, que atacou a facadas o soldado da Policia Militar Bruno Theodoro da Silva, de 31 anos, em uma estrada vicinal, na comunidade de Antônio Olinto, perto da área urbana, na noite de quinta-feira. O soldado foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa de Montes Claros, onde não resistiu e morreu na manhã desta sexta.

Conforme informações da PM, o motivo do crime foi a desavença no pagamento de uma divida da venda de três  aparelhos celulares. O policial, que estava de folga, levou o suspeito em seu carro até a comunidade de Antônio Olinto, onde teria revendido um dos aparelhos para um morador. Chegado à comunidade, Bruno Theodoro desceu do carro para abrir uma cancela. Nesse momento, Fernando simulou que recebeu uma ligação desferiu golpes de facas nas costas da vítima.

O autor fugiu por um matagal. A Policia Militar montou cerco e prendeu Fernando Rodrigues, próximo ao local do crime na madrugada desta sexta. Ele foi levado para a delegacia e autuado em flagrante.

O soldado Bruno Theodoro da Silva estava lotado na Segunda Companhia da PM do município de Padre Carvalho (Norte de Minas) e tinha quatro anos e meio de corporação. O comando  da 11ª Região da Policia Militar divulgou nota, lamentando a morte do policial. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade