Publicidade

Estado de Minas

Minas bate meta de vacinação contra gripe; baixa adesão de crianças e gestantes preocupa

A cobertura vacinal de crianças e gestantes está em 75% e 76%, respectivamente, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). A meta é de 90%


postado em 22/06/2018 16:04 / atualizado em 22/06/2018 16:14

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

A Campanha de Vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira com uma boa notícia: a meta de imunização de 90% foi batida. Porém, ainda há uma preocupação. As crianças e gestantes, que fazem parte do grupo de risco, são os grupos que menos se vacinaram. A cobertura vacinal está em 75% e 76%, respectivamente, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). As vacinas vão continuar disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do estado, com prioridade para a população que está inserida no público-alvo.

De acordo com a SES, a partir de segunda-feira,  caso haja disponibilidade de vacinas, crianças de cinco a nove anos e adultos entre 50 e 59 anos, também poderão receber a dose nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A Secretaria ressalta que os municípios devem priorizar os grupos prioritários e devem fazer a busca ativa dos não vacinados, dentro desse público, para atingir a meta.

A vacina é importante para diminuir os efeitos da gripe. A dose  apresenta uma eficácia de 95 a 98% e tem índice de reação de apenas 1%.

Casos


Dados divulgados pela SES mostram que 23 pessoas perderam a vida neste ano devido à gripe. Foram 105 casos da síndrome nos municípios mineiros. O vírus H3N2, que provocou epidemia de gripe nos Estados Unidos, foi o responsável pelo maior número de casos e divide com infecções pelo Influenza A não subtipado o recorde de mortes. Os números devem aumentar ainda mais, pois  o período de maior incidência da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que pode ser provocada pelo vírus Influenza, é no inverno.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade