Publicidade

Estado de Minas

Confira opções de cinemas, padarias e bares para ver o jogo do Brasil na sexta em BH

Estabelecimentos como pizzarias, padarias e cinemas transferem para a manhã o clima de fim de tarde, em esquemas especiais para que clientes assistam à partida do Brasil amanhã


postado em 21/06/2018 06:00 / atualizado em 21/06/2018 07:26

Lucilaine Silva, da padaria Vianey, promete bufê especial de café da manhã para quem quiser ver o jogo na TV instalada na área de restaurante do estabelecimento (foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press)
Lucilaine Silva, da padaria Vianey, promete bufê especial de café da manhã para quem quiser ver o jogo na TV instalada na área de restaurante do estabelecimento (foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press)


Desde 2002, o brasileiro não ligava a televisão tão cedo para assistir a um jogo da Seleção na Copa do Mundo. Naquele ano, quando Coreia do Sul e Japão sediaram o Mundial, dada a diferença de fuso horário de 12 horas, foi preciso madrugar muitas vezes. A conquista do pentacampeonato foi vista e comemorada numa manhã. Sexta-feira, os fãs do futebol, e também aqueles nem tão ligados assim, voltam a ficar de frente para a telinha num horário um tanto ingrato, uma vez que, rumo ao hexa, os jogadores entram em campo às 15h, na Rússia – 9h no horário de Brasília. Por causa disso, seja para conquistar a clientela ou para manter o funcionamento de determinados serviços, adaptações já estão programadas no cardápio e na grade de atividades de muitos estabelecimentos.

Nesse meio de campo feito para ver o jogo, tem pizzaria que funciona regularmente só para almoço e jantar abrindo as portas em horário de café da manhã. É o caso da Vert Pizzaria, no Bairro Ipiranga, na Região Nordeste de Belo Horizonte, que abrirá às 9h. O local terá uma decoração inspirada na bandeira do Brasil e duas TVs de 50 polegadas. Além de acompanhar a partida, os torcedores poderão apreciar as pizzas do estabelecimento em 12 sabores diferentes, rodada dupla de chope, sucos e refrigerantes.

De acordo com o gerente Moisés Correia, a ideia é que as pessoas possam ter uma área confortável para assistir ao jogo. “Nosso objetivo é proporcionar aos moradores da região, aos hóspedes do hotel localizado dentro do shopping e aos clientes do Minascasa, onde estamos, um local aconchegante e agradável para acompanhar a partida”, diz. Depois do jogo, o público poderá também conhecer a Exposição Brasil, que fica no centro de compras até o fim do mundial, no dia 15 do mês que vem. A mostra de telas e esculturas que remetem a aspectos do país é integrada por cinco artistas: o escultor José Adolfo e os artistas plásticos Mario Teixeira, Samora Délcio, Sérgio Ribeiro e Valdete Lino. A entrada é franca.

Na padaria Vianney, no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de BH, uma televisão foi instalada na área onde funciona o restaurante para que os clientes possam ver os jogos durante o almoço e o café da tarde. Mas, na sexta, ela será ligada também durante o café da manhã, cujo bufê será especial, com elementos temáticos para incrementar a mesa. O ambiente, que já está todo decorado com bandeirinhas e balões verdes e amarelos, ganhará um charme extra. “Vamos fazer uma mesa nas cores da Seleção Brasileira, além de ter um café ainda mais caprichado”, avisa a analista de marketing da casa, Lucilaine Silva.

ESCOLAS E se o clima é de Copa e com jogo do Brasil, não adianta querer manter os alunos concentrados em sala de aula. Por isso, vários colégios vão adaptar suas atividades. No Sagrado Coração de Maria, no Bairro Serra, também na região Centro-Sul da capital, a aula está mantida, mas, no horário do jogo, os alunos vão se reunir no auditório para assistir à partida Brasil x Costa Rica no telão. Também o Colégio Arnaldo, no Bairro Funcionários, vai transmitir num telão. No intervalo, haverá debate educativo sobre valores, cidadania e diversidade. No Loyola, na Cidade Jardim, os estudantes também serão dispensados de sala durante os 90 minutos do jogo, a que poderão assistir em televisores espalhados pelos corredores da escola. O Colégio Santo Antônio, também no Funcionários, bate o martelo hoje se vai pôr telão no pátio.

No Santo Agostinho, no bairro homônimo, durante os jogos do Brasil na primeira fase, as aulas e as atividades pedagógicas e administrativas serão interrompidas apenas nos horários das partidas para transmissão dos jogos dentro do colégio. Outras escolas adotaram estratégia diferente: resolveram fechar durante os turnos das partidas. Na sexta, não terá aula quem estuda pela manhã e, na quarta-feira da semana que vem, quando a Seleção enfrenta a Sérvia, os estudantes da tarde serão dispensados. É o caso dos colégios Magnum e das unidades do Colegium. A Casa Fundamental, escola em tempo integral no Castelo, na Pampulha, funcionará em turno reduzido: as aulas começarão às 13h na sexta e terminarão às 13h no dia da partida seguinte.

SHOPPINGS Até os shoppings vão se adaptar para atender à demanda da Copa. As lojas abrirão às 12h, mas, em alguns casos, a Praça de Alimentação vai acordar bem mais cedo pronta para esperar a torcida. No Minascasa, o espaço dos restaurantes funcionará, em caráter facultativo, das 6h às 12h. E para quem não acha que TVs, mesmo as de polegadas generosas de casa ou de bares e restaurantes, são suficientes para ver a bola rolar poderá optar por ir ao cinema. Mas não para assistir a filme algum. A rede Cinemark vai abrir suas salas para transmitir Brasil x Costa Rica. Em BH, Diamond Mall, Pátio Savassi e BH Shopping vão liberar, a partir das 8h30, a entrada dos espectadores. Os valores dos ingressos podem sem consultados no site www.cinemark.com.br ou nas bilheterias dos cinemas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade