Publicidade

Estado de Minas

Falta de Faixa Azul em BH suspende multas aplicadas pela Guarda Municipal

A corporação esclareceu que apenas a fiscalização do uso obrigatório da folha de rotativo está suspensa. As multas e autuações para veículos que estacionam em áreas reservadas à carga e descarga, em entradas de garagens, em vagas exclusivas para idosos ou deficientes e em demais locais onde é proibido estacionar continuam


postado em 06/06/2018 06:00 / atualizado em 06/06/2018 09:00

Problema seria o fim do contrato com a empresa responsável por fornecer os talões(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Problema seria o fim do contrato com a empresa responsável por fornecer os talões (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

Depois do desabastecimento de combustíveis, os motoristas belo-horizontinos se deparam agora com a falta de talhões e folhas do “rotativo” para uso do estacionamento de rua regulamentado pela BHTrans, empresa que gerencia o trânsito na capital. Diante da situação, a Guarda Municipal informou que foi suspensa a fiscalização das vagas.

Por meio de nota, a BHTrans informou “que houve um problema de logística, que deve ser solucionado nos próximos dias”. Porém, nos pontos de venda, os comerciantes dizem que foram informados que terminou o contrato com a empresa que fornecia o talão para a venda. Como o sistema de monitoramento passaria a ser por meio de aplicativo de telefone celular, não houve renovação do contrato. Versão não confirmada pela BHTrans.

Tarcísio Cândido, de 66 anos, há 27 trabalhando com banca de jornais e revista, conta que na segunda-feira vendeu as últimas folhas do rotativo. “O normal era o reabastecimento do estoque todas as terças-feiras, mas disseram hoje (ontem) que estão com problemas. A procura pelo talão e folhas aumentou, mas não tenho previsão de normalização”, assinalou o comerciante.

Já José Honório, de 47, que há 10 trabalha com banca, disse que na última quarta-feira já não tinha o impresso. “Com a falta do rotativo em outros locais, aumentou a procura aqui em cerca de 30%. Pedi até minha mulher que comprasse lá na fornecedora na Praça Sete, mas lá também não tinha. O problema é que a BHTrans informou que acabou o contrato e depende de nova licitação.”

Por meio de nota, a Guarda Municipal informou que a fiscalização do uso obrigatório da folha de rotativo está suspensa. Mas alertou: “continua atuando e multando veículos que estacionam em áreas reservadas à carga e descarga, em entradas de garagens, em vagas exclusivas para idosos ou deficientes e em demais locais onde é proibido estacionar”.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade