Publicidade

Estado de Minas

PMs prendem envolvidos em roubo e abate ilegal de gado no Triângulo Mineiro

Denúncia anônima levou a quatro homens que não souberam explicar origem de animais. Nove estavam vivos e dois abatidos no local, sem qualquer condições de higiene. Foram apreendidas armas com eles


postado em 03/06/2018 16:04 / atualizado em 04/06/2018 07:30

Animais abatidos clandestinamente seriam transportado em caminhonete sem condições de higiene(foto: PMMG/Divulgação)
Animais abatidos clandestinamente seriam transportado em caminhonete sem condições de higiene (foto: PMMG/Divulgação)
Policiais militares de Prata, no Triângulo Mineiro, prenderam em flagrante na manhã deste domingo quatro homens que estariam ligado ao roubo de gado e abate clandestino na região. Depois de uma denúncia anônima, os militares chegaram até uma fazenda onde os autores, S.A.P., de 54 anos, J.L.O., de 59, M.L.D., de 29, e  L.C.M., de 67, foram flagrados em dois veículos com dois animais abatidos e nove ainda vivos.

De acordo com levantamentos policiais, por volta das 2h, o grupo chegou em uma caminhonete e um caminhão de transporte de gado numa fazenda na área rural de Três Barras, em Prata. Eles teriam dito ao dono da propriedade que o veículo boiadeiro havia estragado e soltaram o gado no pasto até que resolvessem o problema.

Porém, eles levantaram suspeitas, já que realizaram o abate de dois animais no local e colocaram a carne na carroceria da caminhonete. Testemunhas que viram a situação ligaram para a Polícia Militar, no começo da manhã. Ao chegar no local, os militares constataram as irregularidades e questionaram os homens sobre a procedência do gado.

Os 11 animais foram transportados em caminhão que teria apresentado problemas mecânico(foto: PMMG/Divulgação)
Os 11 animais foram transportados em caminhão que teria apresentado problemas mecânico (foto: PMMG/Divulgação)
Na abordagem policial, foi encontrada uma espingarda calibre 22, três facas, um machado e uma talha. No comércio de um dos envolvidos, em Prata, foi apreendida uma outra espingarda. O dono do caminhão contou mais de uma versão sobre a origem dos animais e caiu em contradição. Ele é conhecido na região por envolvimento em roubo de gado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade