Publicidade

Estado de Minas

Ônibus de BH vão circular com horários de dia útil nesta quarta-feira

Devido a paralisação dos metroviários, que começou nesta terça-feira, houve reforço em algumas linhas em estações que fazem a integração dos dois serviços públicos


postado em 29/05/2018 18:12 / atualizado em 29/05/2018 18:21

(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A.Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A.Press)

Diferente do metrô, que vai rodar apenas entre 5h30 e 9h30, o transporte coletivo em Belo Horizonte vai funcionar com o quadro de horários de dia útil nesta quarta-feira, segundo a BHTrans.  Devido a paralisação dos metroviários, que começou nesta terça-feira, houve reforço em algumas linhas em estações que fazem a integração dos dois serviços públicos. O mesmo ocorrerá amanhã. Mesmo assim, passageiros ficaram indignados com a demora nas viagens dos ônibus.

Relatos de passageiros revoltados não faltam. Um dos problemas foi registrado na Estação São Gabriel, na Região Nordeste de Belo Horizonte. “Cheguei a estação para tentar pegar o ônibus de 13h23, como consta no horário da linha, mas as filas já estavam enormes e as pessoas contaram que a partida anterior não tinha saído no horário. A plataforma aqui está tumultuada, cheia de gente, pois as linhas não estão saindo. O motorista do ônibus que me trouxe do bairro disse que não estão operando normalmente”, contou Marcelo Silva.

Passageiros que estavam no Centro de BH também reclamaram da situação. “Fiquei 30 minutos esperando o 8208, na Curitiba, e não passou. Mudei de ponto e peguei o 2101, que demorou um pouco. Mas mesmo assim, tive que caminhar. Geralmente pego o metrô e o 205, mas, por conta da greve dos metroviários tive que pegar ônibus. Arrasou minha vida bastante.  Ainda mais que moro na região metropolitana. Saí de casa as 11h15 e só cheguei ao estágio 14h15”, relata o estudante Thiago Fonseca.

“Está demorando muito. Esperei 30 minutos no bairro e mais 25 minutos na Avenida do Contorno, onde pego o segundo coletivo para trabalhar. O grande detalhe é que, quando os ônibus chegam, eles estão completamente lotados. É muita gente esperando e ai todo mundo entra no primeiro que vê, porque se não entrarem, atrasam no trabalho, né?”, disse Getúlio Brito.

Por meio de nota, o Setra informou que alguns remanejamentos de ônibus tiveram que ser feito pelas empresas devido a greve dos metroviários. “O que pode haver são problemas localizados e de solução imediata”, afirmou, por meio de nota.

Já a BHTrans disse que a circulação segue normal, como anunciado nessa segunda-feira. “No meio da manhã, alguns ônibus do sistema foram deslocados para reforçar o atendimento a Estações São Gabriel e Vilarinho em virtude do aumento da demanda pela paralisação da operação do Metrô. Algumas linhas, como as que fazem ligação com a Cidade Administrativa, foram suspensas em virtude da decretação do ponto facultativo pelo Estado. Após as 15h, o atendimento volta ao normal”, completou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade