Publicidade

Estado de Minas

Atleta francês desaparecido já se perdeu na Serra da Mantiqueira em 2014

O paradeiro de Eric Welterlin é desconhecido desde a última segunda-feira, e buscas começaram na quinta-feira


postado em 23/04/2018 11:21 / atualizado em 23/04/2018 12:15

Quando desapareceu, na semana passada, Eric teria saído para treinar com equipamentos mínimos de sobrevivência: uma jaqueta impermeável, um cobertor de emergência e uma head-lamp (foto: Reprodução/ Facebook)
Quando desapareceu, na semana passada, Eric teria saído para treinar com equipamentos mínimos de sobrevivência: uma jaqueta impermeável, um cobertor de emergência e uma head-lamp (foto: Reprodução/ Facebook)
O atleta francês Gilbert Eric Welterlin, de 53 anos, já desapareceu durante uma trilha também na Serra da Mantiqueira, no Sul de Minas, em 2014. O homem é procurado desde a quinta-feira por equipes do Corpo de Bombeiros na região do Pico dos Marins, onde faria uma trilha. 

A família, no entanto, diz que Welterlin está desaparecido desde a última segunda-feira. Nesta manhã, as buscas foram retomadas com 24 militares do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e de São Paulo, além de equipes da Polícia Militar paulista. 

Na tarde de domingo, as buscas ocorreram com um drone e o helicóptero da corporação. Contudo, a operação foi interrompida devido ao mau tempo. Informações do notebook e do relógio do francês, que possam apresentar alguma localização, já foram colhidas por equipes envolvidas na operação.
Familiares acompanha as buscas que envolvem equipes militares de Minas Gerais e São Paulo (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
Familiares acompanha as buscas que envolvem equipes militares de Minas Gerais e São Paulo (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
 

Nesta segunda-feira, segundo informações do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, estão sendo espalhadas fotos de Eric em estradas no entorno da Serra da Mantiqueira, além de vistorias em casas abandonadas e trilhas. Moradores de imóveis na região também estão sendo informados do desaparecimento. 

Um sobrevoo no Pico dos Marins também está previsto para tentar localizar o francês, que é casado com uma brasileira. O casal mora em Itajubá, também no Sul de Minas. 
Além do monitoramento aéreo com helicóptero e drone, as buscas também são terrestres e militares percorrem o Pico dos Marins (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
Além do monitoramento aéreo com helicóptero e drone, as buscas também são terrestres e militares percorrem o Pico dos Marins (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
 
 
Welterlin estava acostumado a participar de competições de corrida em montanhas fora do Brasil. No dia do desaparecimento, na semana passada, segundo informações de familiares, ele teria saído para treinar com equipamentos mínimos de sobrevivência: uma jaqueta impermeável, um cobertor de emergência e uma head-lamp (dispositivo de luz na cabeça). 
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Regina Werneck 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade