Publicidade

Estado de Minas

Plano da PBH para reconstruir estragos da chuva prevê 54 ações ao custo de R$ 72 mi

Documento foi entregue ao Ministério da Integração Nacional para avaliação de quais ações serão contempladas para liberação de recursos pela pasta federal


postado em 19/04/2018 12:56 / atualizado em 19/04/2018 13:23

Rua Antônio Ribeiro de Abreu foi praticamente toda levada pela cheia do Ribeirão do Onça em março. Ela está na lista de reconstrução pleiteada pela PBH com recursos federais(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Rua Antônio Ribeiro de Abreu foi praticamente toda levada pela cheia do Ribeirão do Onça em março. Ela está na lista de reconstrução pleiteada pela PBH com recursos federais (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Já está nas mãos do Ministério da Integração Nacional um plano de obras de reconstrução contra os estragos causados pela temporada de chuvas em Belo Horizonte. A informação é do secretário de Obras e Infraestrutura de BH, Josué Valadão.

De acordo com o gestor da pasta que coordena as obras da cidade, foram escolhidas 54 intervenções ao custo estimado de R$ 72 milhões como postulantes aos recursos anunciados pelo ministro da Integração, Helder Barbalho. Ele esteve em Belo Horizonte no mês passado para conferir os estragos da chuva e anunciar que tinha reconhecido o estado de emergência na cidade após a destruição trazida pela chuva.

Entre os estragos que foram colocados no documento estão a reconstrução da Rua Antônio Ribeiro de Abreu, no Bairro Ribeiro de Abreu, na Região Nordeste da capital, que foi levada pela cheia do Ribeirão do Onça.

"A maioria é erosão de encostas e de córregos. O Ribeiro de Abreu é uma que está lá. Amanhã o Henrique Castilho, que é o novo superintendente da Sudecap, vai se reunir com membros do ministério em Brasília. O Ministério da Integração tem 15 dias para fazer análise do projeto, depois eles fazem uma vistoria nos locais e aí finalmente elegem o que eles vão estimar de recurso ou não. A parte que eles não selecionarem vamos continuar com plano de reconstrução da prefeitura para que não fique parada", afirma o secretário.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade