Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros encontram corpos de jovens afogados no Rio São Francisco

As duas vítimas estavam em um barco que afundou no manancial, no município de Matias Cardoso, na tarde de domingo


postado em 17/04/2018 10:36 / atualizado em 17/04/2018 11:17

Corpos foram encontrados próximo ao município de Manga, no Norte de Minas (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
Corpos foram encontrados próximo ao município de Manga, no Norte de Minas (foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
Foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros, na manhã desta terça-feira, no município de Manga, no Norte de Minas, os corpos de dois jovens que tinham desaparecido nas águas do Rio São Francisco desde a tarde do último domingo, depois que o pequeno barco afundou.
 
Também nesta manhã, a corporação informou que se tratam dos jovens que desaparecem no rio durante o naufrágio. As quatro vítimas estavam em um pequeno barco de madeira, conhecido como rabeta, movido por motor.

Os jovens faziam a travessia a fim de participar de uma partida de futebol no município de Matias Cardoso, separado de Manga pelo Velho Chico. As buscas foram iniciadas na manhã de segunda-feira por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Januária.

Por volta das 8h30 desta terça foram resgatados os corpos de Cleber Frederico Rodrigues Almeida, de 18 anos, e de Adenilson Almeida da Silva, de 20. Continuam sendo procurados os corpos de  Matheus Cardoso, de 18, e Artur Possidônio, de 17.

O acidente ocorreu no mesmo ponto do São Francisco onde é feita a travessia de balsa entre Manga e Matias Cardoso. Segundo a Polícia Militar (PM), a embarcação não suportou o peso e afundou no meio do rio após o rompimento de uma parte da estrutura de madeira.

O barco era conduzido por um adolescente, de 15, que conseguiu nadar até a margem e se salvou. Ainda no domingo foi divulgado que outros três jovens desapareceram nas águas do Velho Chico. Mas, localizado segunda-feira pelos bombeiros, o condutor da embarcação revelou que, na verdade, foram quatro vítimas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade