Publicidade

Estado de Minas

Mulher mata companheiro a facadas em Conceição do Rio Verde

Crime ocorreu no domingo e, segundo a jovem de 24 anos, companheiro tentou agredi-la por ciúmes do primo. Após o crime, ela chamou a polícia


postado em 09/04/2018 10:43 / atualizado em 09/04/2018 10:52

(foto: Prefeitura de Conceição do Rio Verde/Divulgação)
(foto: Prefeitura de Conceição do Rio Verde/Divulgação)


Uma jovem de 24 anos foi presa após matar o companheiro a facadas nesse domingo em Conceição do Rio Verde, no Sul de Minas Gerais. Ela se entregou à polícia e disse que agiu para defender a si e ao filho de 3 anos, que estava no colo dela quando o homem de 28 anos tentou agredi-la. 

Segundo a Polícia Militar (PM), Eliane Aparecida Conceição Pacheco contou que ela e Amarildo Gomes dos Santos estavam recebendo um primo dele em casa e haviam ingerido bebidas alcoólicas. Como o homem havia acabado de chegar de viagem com a mulher e a filha, ela ofereceu a casa para que eles pudessem dormir, o que fez a vítima pensar que a esposa estava flertando com o primo.

O casal acabou discutindo na cozinha do imóvel. Amarildo deu um tapa no rosto de Eliane, que estava com o filho no colo. O primo do homem tentou contê-lo, mas sem sucesso. A mulher pegou uma faca que estava na pia e mandou o companheiro se afastar, mas ele apanhou um pedaço de madeira para agredi-la. 

Conforme a PM, Eliane contou que, para defender o filho e a si mesma, desferiu três facadas em Amarildo, sem conseguir dizer onde ele foi atingido. Em seguida, correu para um posto de combustíveis perto da casa, ligou para o 190 e aguardou a chegada da polícia. 

Consta no boletim de ocorrência que a mulher chorava muito e entregou aos policiais militares uma faca suja de sangue. A criança estava com ela, assustada. Ainda segundo a PM, Eliane disse que ela e Amarildo estavam juntos há nove anos e que sofria agressões e ameaças de morte constantemente. A mulher também alegou que Amarildo já havia sido detido várias vezes por agredi-la e cumpriu três meses de pena por ter dado uma tijolada nas costas dela. 

O primo de Amarildo chegou a levá-lo para o Hospital de Pronto Socorro (HPS) da região, onde ele morreu. Eliane foi presa em flagrante pelo crime. Segundo o boletim de ocorrência da PM, ela tinha um ferimento no braço esquerdo, mas não foi levada ao hospital porque a família do companheiro estava reunida no local, “evitando assim possíveis conflitos e até um mal maior”. A mulher foi encaminhada ao Presídio de Três Corações. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade