Publicidade

Estado de Minas

Homem esfaqueia ex-mulher e tenta entrar em hospital para atacá-la, em BH

Nesta madrugada, o homem foi até a casa da ex-companheira e a esfaqueou. Ao saber o hospital onde ela foi socorrida, autor tentou entrar com nome falso para atacá-la


postado em 07/04/2018 16:38 / atualizado em 07/04/2018 20:18

(foto: Juarez Rodrigues/EM - 13/10/2017)
(foto: Juarez Rodrigues/EM - 13/10/2017)
Um homem, de 41 anos, tentou matar a ex-mulher, de 20, a facadas na madrugada deste sábado no Bairro União, na Região Nordeste da capital. de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), após golper a jovem com facadas, ele tentou usar um nome falso para entrar no hospital onde ela foi socorrida.

Por volta de 00h30, segundo a PM, o homem foi até a casa da ex-companheira, que fica na Rua Ponta Porã, no Bairro União. Lá, ele exigiu ver a filha. Como ela negou a visita, ele tirou uma faca e desferiu oito golpes na vítima. De acordo com a corporação, ela foi atingida, principalmente, na região do peito e da barriga. Uma das facadas atingiu o pulmão da jovem. Ele fugiu logo em seguida.

A jovem foi socorrida e encaminhada para o Hospital João XXIII, onde está internada. O autor tentou por três vezes entrar na instituição de saúde utilizando nome falso para ter acesso à vítima. Segundo a corporação, o intuito era de assassiná-la.

Ao suspeitarem da tentativa de entrada do autor, os policias iniciaram o monitoramento. Na última tentativa, ele foi preso. Ele já tem passagens pela polícia e usava tornozeleira eletrônica. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Mulheres.

Ainda segundo o relato da vítima aos policiais, o ex-marido já teria assassinado uma companheira há alguns anos, no estado da Bahia. A informação ainda está sendo investigada. O Boletim de Ocorrência foi registrado como tentativa de homicídio, mas, conforme a lei nº 13.104, crimes cuja a motivação seja relaciona a questão de gênero é tipificado como feminicídio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade