Publicidade

Estado de Minas

PM prende bandidos apontados por explosão de caixas eletrônicos em Piumhi

Grupo foi encontrado pelos militares em São Sebastião do Oeste, a 20 quilômetros de Divinópolis. Armamento de grosso calibre também foi apreendido na ação


postado em 07/04/2018 12:35 / atualizado em 07/04/2018 13:47

Armamento de grosso calibre foi apreendido pela PM no sítio onde a quadrilha estava escondida(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Armamento de grosso calibre foi apreendido pela PM no sítio onde a quadrilha estava escondida (foto: Polícia Militar/Divulgação)
A Polícia Militar prendeu, no fim da manhã deste sábado, bandidos apontados como autores da explosão da agência do Banco do Brasil em Piumhi, no Centro-Oeste de Minas. Segundo informações da PM, confirmadas pelo coronel Marcelo Augusto Santos, comandante da 7ª Região de Polícia Militar de Divinópolis, as prisões aconteceram em São Sebastião do Oeste, a 20 quilômetros de Divinópolis.

Inicialmente, quatro homens estão presos. Também foram apreendidas várias armas, entre elas um fuzil, dinheiro, que ainda não foi contabilizado, e pelo menos uma caminhonete Hilux . As imagens de uma câmera de segurança da cidade de Arcos, vizinha a Piumhi, mostram os bandidos em fuga usando dois carros de passeio e uma Hilux.


A assessoria de comunicação da 7ª RPM informou que por volta das 4h30 houve acionamento para plano de cerco e bloqueio na região entre Divnópolis e Formiga. Durante o patrulhamento, uma equipe da Polícia Militar Rodoviária interceptou um Fiat Punto, próximo ao pedágio de São Sebastião do Oeste, na MG-050. Durante as buscas, os policiais encontraram sacolas de dinheiro e conseguiram descobrir o endereço do sítio usado pela quadrilha, situado às margens da MG-050, entre o trevo de São Sebastião do Oeste e o pedágio.

No local foram localizadas várias armas, entre fuzis 556 e 762, pistolas e submetralhadoras. A PM também localizou 11 coletes, 14 rádios transmissores, máscaras anti-gás, a caminhonete Hilux branca e muitos explosivos, além de outro materiais. As buscas seguem com a intenção de encontrar os demais membros da quadrilha. Mais informações serão fornecidas pela PM em entrevista coletiva na cidade de Divinópolis.

AÇÃO VIOLENTA De acordo com a PM, os criminosos usaram de extrema violência na ocorrência desta madrugada em Piumhi. Eles fizeram várias pessoas reféns para serem usadas de escudo humano na porta da agência do Banco do Brasil, com o objetivo de evitar uma ação da Polícia Militar que pudesse colocar em risco o roubo dos bandidos.

Agência do BB ficou destruída após explosão em Piumhi(foto: Edgar Rodrigues/Rádio Onda Oeste FM/Divulgação)
Agência do BB ficou destruída após explosão em Piumhi (foto: Edgar Rodrigues/Rádio Onda Oeste FM/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade