Publicidade

Estado de Minas

Homem tenta invadir casa e morre ao cair de muro em Belo Horizonte

Segundo a polícia, morador surpreendeu homem em cima do muro de uma varanda. Ele tentou pular, mas se desequilibrou e caiu. Outro suspeito que estava com ele foi detido por populares


postado em 05/04/2018 10:04 / atualizado em 05/04/2018 10:08

Um homem morreu ao cair do muro de uma casa na madrugada desta quinta-feira no Bairro Eymard, na Região Nordeste de Belo Horizonte. A suspeita da Polícia Militar (PM), é de que ele tentava invadir a residência, na Rua Tom Jobim. Outro rapaz que estava com ele foi contido por moradores até a chegada da polícia. 

De acordo com o tenente André Loredo Alves, da 22ª Companhia do 16º Batalhão a PM, por volta das 3h, houve uma tentativa de roubo a residência na mesma rua. Um dos autores foi preso e uma arma foi apreendida. 

A ocorrência que resultou na morte de um suspeito aconteceu cerca de uma hora depois segundo o militar, quando a rua ainda estava movimentada. A polícia já havia deixado o local. “Alguns indivíduos teriam visto um movimento suspeito alguns metros acima (do endereço do primeiro caso). Quando o morador da residência abriu a janela, viu um sujeito na varanda da casa dele. O homem fez menção de pular, se desequilibrou e caiu”, detalhou o tenente Loredo. “Enquanto isso, tinha um outro do lado de fora, que aparentemente estava junto do que morreu, e a própria população deteve e chamou a polícia”, disse. 

Quando os militares chegaram à Rua Tom Jobim, o homem que caiu do muro já estava morto. A perícia da Polícia Civil esteve no local e, por volta das 9h30, o rabecão era aguardado para levar o corpo ao Instituto Médico Legal (IML). Conforme o militar, ele não tinha sinais de agressão. 

Já o homem detido pelos moradores apresentava ferimentos e foi medicado em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Conforme o tenente Loredo, ele alega que estava com o rapaz que morreu e que ele, de repente, tentou entrar na casa. O detido estava segurando a mochila do suspeito. A ocorrência será encaminhada à Central de Flagrantes a Polícia Civil (Ceflan 1), no Bairro Floresta. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade