Publicidade

Estado de Minas

Adolescentes tentam assaltar motorista de aplicativo em BH

Grupo detido tem idades entre 15 e 18 anos e surpreendeu condutor, que havia recebido pedido de corrida de uma mulher. No caminho, foram interceptados por viatura da Rotam


postado em 03/04/2018 08:23 / atualizado em 03/04/2018 08:26

Três adolescentes com idades entre 15 e 16 anos e um jovem de 18 foram detidos no fim da noite de segunda-feira após tentarem assaltar o motorista de um aplicativo no Bairro Pompéia, Região Leste de Belo Horizonte. Pouco depois de render a vítima, eles foram surpreendidos por uma viatura da Polícia Militar (PM). Uma arma falsa foi apreendida. 

De acordo com a PM, o motorista contou que foi até a Rua Leopoldo Gomes começar uma corrida solicitada por uma mulher. Chegando ao local, um rapaz entrou no carro e disse que o pedido havia sido feito para ele. Outros três jovens embarcaram e se sentaram no banco de trás, dizendo que eles estavam indo para o Bairro São Caetano. 

O motorista seguiu pela Avenida dos Andradas quando, ao passarem por uma viatura, eles disseram “Perdeu! Acelera e não para”. Ele viu que um deles segurava uma arma e continuou dirigindo, até que uma equipe do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) os interceptou no Bairro Casa Branca.

De acordo com a PM, eles patrulhavam a região por conta da incidência de roubos. Eles desconfiaram da situação porque os assaltantes tentaram esconder os rostos quando passaram pela viatura no sentido contrário. 

O simulacro de arma foi encontrado no assoalho do veículo, no banco de trás. Conforme a polícia, um dos adolescentes disse ter comprado a arma falsa na Praça Sete, Centro de BH, e que ela seria usada por todos eles para cometer crimes. Eles pretendiam roubar o carro do motorista para comprar drogas e que a corrida havia sido pedida pela mulher para não levantar suspeitas. Eles não deram o endereço dela. A ocorrência foi encerrada na Divisão Especializada de Orientação e Proteção à Criança (Dopcad). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade