Publicidade

Estado de Minas

Suspeitos de assassinar sargento em Uberaba morrem em tiroteio com PM

Corpo do militar foi sepultado nesta manhã em Uberaba com homenagens. Homens de 29 e 46 anos, trocaram tiros com a polícia e morreram


postado em 22/03/2018 11:20 / atualizado em 22/03/2018 11:44

Policiais militares prestaram homenagens ao sargento e à família (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Policiais militares prestaram homenagens ao sargento e à família (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Foram mortos em troca de tiros com a Polícia Militar (PM) os dois suspeitos de terem atirado na cabeça do sargento Gilmar de Oliveira, de 51 anos, morto durante uma tentativa de assalto na BR-050, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na madrugada dessa quarta-feira.

O corpo do oficial foi enterrado nesta manhã no cemitério São João Batista, também em Uberaba, com homenagens de colegas de farda da Polícia Militar e de outras corporações. Populares também acompanharam o enterro. 
Populares também acompanharam o cortejo e sepultamento do corpo (foto: Polícia Militar/ Divulgação )
Populares também acompanharam o cortejo e sepultamento do corpo (foto: Polícia Militar/ Divulgação )

Morte dos suspeitos


Segundo a PM, durante operação de cerco e bloqueio montada após a morte do militar, a corporação recebeu informações de que suspeitos do crime estariam escondidos em um rancho em um condomínio fechado no município de Água Comprida, também no Triângulo Mineiro. 

Quando os suspeitos perceberam a chegada de viaturas, tentaram fugir pelo terreno e atiraram contra os militares.

Houve troca de tiros e os fugitivos foram baleados. Eles chegaram a ser socorridos para um centro de saúde da cidade, mas morreram depois de dar entrada na unidade. 

David Oliveira da Mota, de 29, e Luciano Mendonça, de 46 anos, teriam atirado contra o carro em que o sargento estava com outro oficial da Polícia Militar na madrugada dessa quarta-feira. Os dois voltavam de São Paulo, onde Gilmar de Oliveira realizara exames de tratamento de um câncer. 

Durante troca de tiros na BR-050, o militar foi baleado na cabeça e morreu. Os dois suspeitos fugiram levando uma arma e um colete a prova de balas do sargento. O outro policial que estava no carro não foi ferido.

Segundo a PM, o revólver e o equipamento do militar foram encontrados no imóvel em que a dupla se escondeu e foram apreendidos. Outras duas armas usadas pelos suspeitos na troca de tiros contra os policiais também foram apreendidas. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade