Publicidade

Estado de Minas

Presos dois suspeitos do assassinato de sargento em Uberaba

Homens que estariam envolvidos no crime foram baleados em troca de tiros. Militar que lutava pela vida contra um câncer foi alvo de ataque de bandidos em rodovia no Triângulo Mineiro


postado em 21/03/2018 23:13 / atualizado em 22/03/2018 08:26

Sargento Gilmar estava afastado das atividades policiais em tratamento de saúde(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Sargento Gilmar estava afastado das atividades policiais em tratamento de saúde (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Dois suspeitos de assassinar o sargento da Polícia Militar Gilmar de Oliveira, de 51 anos, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, foram presos na noite desta quarta-feira. De acordo com informações iniciais, eles foram feridos em troca de tiros. Uma arma de fogo que seria do sargento morto foi encontrada com a dupla.

Gilmar, que estava afastado para tratar de um câncer, morreu depois de atingido por um tiro na cabeça ao reagir a um assalto na BR-050, em Uberaba. Ele retornava de São Paulo com outro militar, depois de fazer exames para cuidar da doença.

De acordo com a corporação, na madrugada desta quarta-feira, o sargento viajava junto com um colega de farda, quando na altura do Bairro Alvorada, o carro em que estavam foi atingido por tiros.

Os policiais desceram do veículo e atiraram contra dois homens armados. Na troca de tiros, Gilmar foi baleado na cabeça e socorrido no Hospital das Clínicas por uma viatura da corporação que estava na região. Mas morreu durante o atendimento médico. O outro militar escapou ileso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade