Publicidade

Estado de Minas

Rua no Bairro Gutierrez é parcialmente interditada devido ao risco de queda de muro

A barreira pertence a um condomínio localizado ao lado do Colégio Santo Agostinho, na Rua Daniel de Carvalho. Síndica foi notificada para tomar medidas para evitar a queda


postado em 07/03/2018 16:17

Muro está localizado ao lado de um colégio(foto: Defesa Civil de Belo Horizonte / Divulgação )
Muro está localizado ao lado de um colégio (foto: Defesa Civil de Belo Horizonte / Divulgação )

Parte de uma rua no Bairro Gutierrez, na Região Oeste de Belo Horizonte, foi interditada pela Defesa Civil devido ao risco de queda de um muro de aproximadamente seis metros de altura. A barreira pertence a um condomínio localizado ao lado do Colégio Santo Agostinho, na Rua Daniel de Carvalho. As causas dos danos ainda não foram identificadas. Mas, há suspeita que tenha relação com a chuva. Nesta quarta-feira, dois muros caíram e parte de uma rua cedeu.

Técnicos da Defesa Civil continuam no Bairro Gutierrez para evitar danos materiais e que pessoas sejam atingidas caso o muro desabe. “Estamos aqui por causa da saída das crianças do colégio que deve acontecer daqui a pouco. E também para evitar que carros estacionem próximos ao muro”, explicou o Coronel Alexandre Lucas, coordenador da Defesa Civil de BH.

Os danos no muro já tinha sido identificados, mas ampliou nas últimas 24 horas. “Está com trincas de queda bem acentuado e em expansão, ou seja, está ampliando. Significa que está na iminência de  cair. Ainda não sabemos as causas. Técnicos estão aqui desde cedo e já notificaram a síndica do prédio. Um engenheiro foi contatado pelo condomínio e deve fazer uma avaliação ainda hoje”, explicou o coronel.

As trincas aumentaram nas últimas 24h(foto: Defesa Civil de Belo Horizonte / Divulgação )
As trincas aumentaram nas últimas 24h (foto: Defesa Civil de Belo Horizonte / Divulgação )
Ocorrências semelhantes foram registradas em Belo Horizonte nesta quarta-feira. Porém, todas relacionadas com a chuva. No Bairro Tupi, um muro de arrimo desabou sobre uma casa da Rua Alfeu de Carvalho e atingiu dois cômodos do imóvel, que foram interditados preventivamente. Os moradores foram notificados e a Defesa Civil informou que existe risco alto de desabamento do restante do muro. Foram preventivamente interditados dois quartos do imóvel 228, a sala e lavanderia do imóvel 210B e o quintal do imóvel 210A. Moradores foram orientados e notificados a manter o isolamento e adotar medidas de autoproteção. Já no Bairro Nazaré, na Região Nordestes, a solicitante informou que um muro desabou devido ao acúmulo de terra, levando também o padrão de energia.

De acordo com o Coronel Lucas, este tipo de ocorrência poderia ser evitado. Além disso, chama a atenção da população devido a previsão de mais chuva na capital mineira. “O importante são os sistemas de drenagem e a manutenção dos muros. Antes de cada período chuvoso as pessoas deveriam fazer uma verificação de prevenção para verificar o grau de instabilidade e evitar esses problemas que estamos vendo na cidade inteira. As pessoas têm que lembrar que é responsabilidade delas, de cada condomínio e morador essa manutenção”, completou.

Ver galeria . 9 Fotos Muro desaba sobre residência na Rua Alfeu de Carvalho, no Bairro TupiPaulo Filgueiras/EM/ D.A Press
Muro desaba sobre residência na Rua Alfeu de Carvalho, no Bairro Tupi (foto: Paulo Filgueiras/EM/ D.A Press )


Rua interditada

A Rua Antônio Ribeiro de Abreu, no Bairro Ribeiro de Abreu, Nordeste de BH, foi isolada ainda nesta terça-feira após o asfalto ter cedido. O Ribeirão do Onça levou quase metade da estrutura da rua. Mesmo com a via fechada, algumas pessoas se arriscaram e passaram pelo local. A Defesa Civil emitiu um alerta devido aos riscos. “A Defesa Civil tem recebido informes que alguns moradores da Rua Antônio Ribeiro de Abreu estão rompendo o isolamento da área afetada. Existe inclusive relatos que alguns estão se arriscando a trafegar com seus veículos. O isolamento, por óbvio, é realizado para preservar a integridade física dos moradores e do local afetado. A manutenção deste isolamento pela população é fundamental para se evitar riscos de acidentes”, disse a pasta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade