Publicidade

Estado de Minas

Criança de 5 anos morre queimada em incêndio provocado pelo pai em Sete Lagoas

Mesmo sendo socorrido ao Hospital João XXIII, o homem teve cerca de 90% do corpo queimado e também morreu


postado em 28/02/2018 08:55 / atualizado em 28/02/2018 10:31

A insatisfação de um homem com o fim de um relacionamento pode ter motivado um incêndio que terminou com a morte de uma criança de 5 anos, filha do suspeito, nessa terça-feira, em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais. 


O pai e suspeito de causar o incêndio, Augusto César Pinto, de 40 anos, estava fora da casa e foi socorrido, de helicóptero, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, com cerca de 90% do corpo queimado, mas morreu após dar entrada na unidade.
 
O corpo do homem aguardava liberação , na manhã desta quarta-feira, para ser levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Conforme o Corpo de Bombeiros, vizinhos contaram que o homem não estava satisfeito com a separação da mãe da criança, ocorrida há cerca de dois meses, e teria ateado fogo à casa. Segundo a corporação, a mãe da criança, de 34 anos, não estava em casa no momento do incêndio. 

A Polícia Civil vai investigar o caso. 

* Sob supervisão da subeditora Jociane Morais

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade