Publicidade

Estado de Minas

Polícia prende homem suspeito de assaltar jovem no Bairro Serra; confira vídeo

O assalto aconteceu no dia 13 de janeiro, na Região Centro-Sul de BH


postado em 23/02/2018 17:25 / atualizado em 23/02/2018 18:06

Imagens de uma câmera de segurança ajudaram a polícia a prender um homem suspeito de assaltar um jovem no Bairro Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com os policiais civis, Wellison Calazans, de 19 anos, teria abordado um homem em uma rua do bairro e roubado seu celular o apoio de um comparsa, que assaltou o jovem. O crime aconteceu no dia 13 de janeiro e Wellison é suspeito de integrar uma organização criminosa no Aglomerado da Serra.

(foto: Polícia Civil/Divulgação )
(foto: Polícia Civil/Divulgação )
Segundo a delegada responsável pelas investigações, Cláudia Marra, foi a partir das informações sobre o assalto que a apuração teve início. Os policiais contaram com o apoio de testemunhas para identificar o piloto da motocicleta. Segundo a delegada, Wellison é conhecido no Aglomerado da Serra como "Essim BDL" e é suspeito de integrar uma quadrilha chamada "Bonde dos ladrões". Ele também era monitorado pelo Grupo de Intervenção Estratégica de Roubo, coordenado pelo Ministério Público – em parceria com as polícias Civil e Militar.

O suspeito foi preso em flagrante pela polícia na terça-feira por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. De acordo com a delegada, "no dia da operação, que contou com apoio da Polícia Militar, uma pistola calibre 40 foi apreendida com o suspeito e, por isso, foi possível ratificar na Delegacia de Polícia sua prisão em flagrante". "Também foram arrecadados alguns objetos produtos de furto e roubos praticados em datas anteriores”, completou Cláudia.

Cláudia disse que a investigação prossegue com o objetivo de identificar o suspeito que agia junto com Wellison. “Pedimos que a população nos auxilie, utilizando o Disque-Denúncia 181,%u202F o 197, que é o número da Polícia Civil, ou até mesmo compareça a uma delegacia para poder informar e nos ajudar na investigação”, concluiu. A Polícia Civil segue apurando para identificar o comparsa.

*Sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade