Publicidade

Estado de Minas

"Milagre", diz vereador sobrevivente a tiro no peito no Norte de Minas

Uma cartela de remédios que estava na mochila do vereador Marcos Aurélio Dias, do município de Olhos D'Água, salvou a vida do parlamentar


postado em 07/02/2018 12:56

Apesar do projétil não ter perfurado o peito do vereador, o tiro causou um pequeno ferimento no peito do parlamenta(foto: Internet/ Whatsapp/ Divulgação )
Apesar do projétil não ter perfurado o peito do vereador, o tiro causou um pequeno ferimento no peito do parlamenta (foto: Internet/ Whatsapp/ Divulgação )
O vereador Marcos Aurélio Dias (PP), de 34 anos, o Negrão da Pedraria, de Olhos D'Água, cidade com pouco mais de 5,4 mil habitantes, participará de uma reunião da Câmara Municipal da cidade na noite desta quarta-feira depois de passar por uma experiência que considera um verdadeiro milagre. Durante uma tentativa de assalto, ele levou um tiro de espingarda polveira do lado esquerdo, na altura do coração.
 
O parlamentar escapou porque o projétil foi “parado” por cartelas de remédios que ele carregava numa mochila, não permitindo que a munição penetrasse no seu corpo.

Ele conta que carregava na mochila cartelas de tres medicamentos: Almoxicilina, Lisador e Paracetamol. Os remédios seriam para o tratamento pós-cirurgico, tendo em vista que Marcos Aurélio tinha sido submetido a um procedimento para extração de um dente ciso. Mas, as cartelas dos medicamentos acabaram salvando a vida dele, afirma o vereador.

“Foi milagre mesmo. Agradeço primeiramente a Deus. Depois, às cartela de remédios. Se  não fosse elas, certamente, eu não estaria aqui hoje para participar da reunião de vereadores”, disse Marcos Aurélio, que foi o candidato a vereador mais votado das eleições de 2016 no município, com 297 votos.

O vereador sofreu a tentativa de assalto quando seguia de moto em direção à Bocaiuva, na MG-451, na sexta-feira passada. Ele foi abordado na estrada por dois adolescentes armados, um de 17 e outro de 15 anos,  perto da comunidade de Extrema, na zona rural de Bocaiuva. Negrão da Pedraria conta que dois infratores anunciaram o assalto. Quando parou a moto, um dos adolescentes atirou com uma espingarda  polveira.

“O tiro atravessou a bolsa  e a jaqueta que eu usava. Os chumbos pararam nas cartelas de remédios e não penetraram na pele. Atiraram para matar  na altura do coração. Foi milagre mesmo”, disse Marcos Aurélio, que chegou a ser atendido no Hospital Municipal Doutor Gil Alves, em Bocaiuva, onde foi constatado que ele sofreu apenas um ferimento superficial  na pele. A vitima foi liberada no mesmo dia.

Os adolescentes envolvidos na tentativa de homicídio foram identificados pela Policia Civil. Eles foram apreendidos e encaminhados para um centro de internação de adolescentes infratores em Montes Claros. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade