Publicidade

Estado de Minas

Árvore cai e atinge carros na Avenida Cristóvão Colombo

A via está totalmente interditada para os veículos que seguem da Savassi em direção a Praça da Liberdade


postado em 31/01/2018 19:32 / atualizado em 31/01/2018 20:21

Ver galeria . 14 Fotos Árvore de 12 metros que atingiu três carros será podada pelo Corpo de Bombeiros. Via deve ser liberada por volta das 22hMarcos Vieira/EM/DA Press
Árvore de 12 metros que atingiu três carros será podada pelo Corpo de Bombeiros. Via deve ser liberada por volta das 22h (foto: Marcos Vieira/EM/DA Press )
Uma árvore de grande porte caiu e atingiu três veículos, no início da noite desta quarta-feira, na Avenida Cristóvão Colombo, próximo ao Palácio da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A via está totalmente interditada para os veículos que seguem da Savassi em direção à Praça da Liberdade. Policiais militares e bombeiros já estão no local. A expectativa é que o fluxo seja liberado até 22h.


De acordo com o Corpo de Bombeiros, um possível motivo para a queda da árvore de 12 metros pode ter sido a quantidade de água que infiltrou próximo à árvore. "Como é uma árvore de grande porte, vamos cortá-la e dispor sobre a calçada para que a prefeitura a recolha posteriormente", informou o sargento Thiago Carvalho. Segundo ele, a poda da árvore pode durar até duas horas.

Segundo o advogado Felipe Condé, que dirigia um dos veículos atingidos, se houvesse alguém no banco de trás do veículo, provavelmente teria se ferido. "Eu só escutei o barulho e fiquei parado, sem entender o que havia acontecido, porque, se tivesse alguém atrás, não ia ter jeito. A prefeitura tem que tomar providências e fazer uma prevenção. Tá complicado desse jeito", disse o motorista.



O taxista  Marcelo dos Santos Oliveira também teve o carro atingindo. "Eu estava passando por aqui, iria entregar uma mercadoria na Rua da Bahia. Havia um carro na minha frente e o sinal estava fechado. Foi um susto muito grande", contou. O carro teve o porta-malas, o vidro traseiro e o teto danificados. "Agora, o carro vai ficar parado. Prejuízo de R$ 300 dia", concluiu.

*Sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade